Um coração incomensurável.

Pense num coração grande, imenso.

Nos ensina o budismo que ao colocarmos uma gota de veneno num copo d’água, ficamos impedidos de bebê-la. No entanto, se colocarmos a mesma gota no rio, ainda assim poderemos beber a água.

Assim deve ser o nosso coração, incomensurável, e assim suportar todo o veneno da vida. E o veneno não é necessariamente bom ou ruim, simplesmente é a realidade da vida, e temos que suportá-la com serenidade.

Quando conseguimos abraçar o sofrimento e conte-lo dentro do coração, é sinal de que o coração é grande o suficiente.

Ensinamento antigo:

Muitos ensinamentos antigos falam sobre a aceitação do sofrimento para deixa-lo ir, e é o mesmo conceito que aponta aqui, de abraçar para deixa-lo ir.

Nos parece ilógico de que devemos aceitar para dispensá-lo, abraça-lo para liberá-lo, mas é assim que funciona.

Assim escreve Cheri Huber no livro: When you’re falling, dive, acceptance, freedom and possibility – Quando estiver caindo, mergulhe – aceitação, liberdade e possibilidade.

Experimente um pequeno passo de cada vez com algum sofrimento, alguma angústia. Faça o exercício do coração, da aceitação e sinta a leveza te atingir. Perceba os grilhões se soltarem dos seus pés, te permitindo seguir adiante.

Aceitação:

A aceitação é a liberdade, e a possibilidade de seguir a sua jornada, a despeito dos sofrimentos e adversidades.

Um coração tão grande que consiga diluir todo o sofrimento e todas as emoções negativas que inevitavelmente sentimos, é tudo que queremos, e temos que exercitar com esse objetivo.

Pense no mal que vem para o bem, e que há uma razão para tudo que você tem enfrentado, e no final, o objetivo é bom e o sentido virtuoso.

A vida é isso, alegrias e tristezas, e a felicidade está na realização na jornada, com tudo que venha pelo caminho.

Aprender sempre, aproveitar as lições e dar graças por tudo que tem recebido, acho que é uma boa recomendação.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.