viva o momento presente Posts

As recordações de feridas passadas

As recordações de feridas passadas

Passamos muito tempo de nossas vidas nas recordações de feridas passadas, um sentimento de que elas nunca se fecharam.

A vida nos prega muitas peças, somos atropelados sem aviso, e acabamos com muitas cicatrizes, mas a vida é a vida. Seguimos adiante, olhando para o futuro com otimismo e fazemos tudo para que hoje seja melhor que ontem.

O momento vai embora num segundo.

Temos que perceber que o momento vai embora num segundo, e nesse segundo a vida toma outro rumo, a situação se transforma, e não aproveitamos as oportunidades.

É para isso que estamos aqui, para aproveitar a vida. Não digo apenas aproveitar o conforto, a comida e o prazer, mas especialmente as lições, as oportunidades de crescimento, o momento de crescer um pouquinho mais e se tornar uma pessoa melhor.

Viva com alegria, tenha uma atitude positiva e faça o que for possível para descobrir a abundância que te circunda.

Estou aqui mas queria estar lá.

Temos o péssimo costume de querer fugir de onde estamos.

Estamos num lugar e queremos logo estar em outro.

Estamos vivendo uma experiência e a mente projetada em outra qualquer.

Deixamos de aproveitar o caminho e deixamos a aproveitar exatamente esta parte do trajeto.

Querer estar em outro lugar frequentemente é deixar de usufruir própria vida.

Viva bem o dia de hoje.

Viva bem o hoje, realize,faça o que tem que ser feito.

Disse Albert Camus o famoso escritor, filósofo e Nobel  argelino/francês: “a verdadeira generosidade para com o futuro consiste em dar tudo ao que está presente”.

Temos que investir em viver o momento presente.

A abundância da vida se concretiza em cada momento que vivemos.

As nossas realizações também acontecem no momento presente. Enfim, a vida acontece no momento presente.

A vida em tempo real.

Aprender a viver o momento presente, é sem dúvida a melhor lição. É no entanto, algo difícil e que exige a prática diária.

Pode parecer uma afirmação sem sentido, mas temos que viver a vida em tempo real. Temos que interromper esse hábito de viver processando as coisas do passado.

Sou da geração que viveu a descoberta do computador, e sabe o que é processar informações de eventos passados.

Antigamente, os bancos não processavam as operações em tempo real. As operações eram feitas somente no caixa, em papel, e eram remetidas para uma central de processamento, que transformavam os papéis em entradas de informação para o grande computador, que processava e gerava os relatórios diários de saldo e operações.

Os jovens de hoje, nem imaginam o mundo bancário que não seja aquele que processa tudo em tempo real. A pessoa faz uma operação num caixa eletrônico, e tal operação se processa em tempo real no computador central.

A mente humana é mais ou menos assim.

Por ora estamos processando a vida em tempo real, vivendo o momento presente, usufruindo a abundância da vida.

No entanto, em muitos momentos, assim como os computadores ultrapassados, estamos processando coisas do passado, temperados com os sentimentos negativos da culpa, ressentimentos e arrependimentos.

Temos que viver a vida em tempo real.

Se fixe naquilo que está acontecendo contigo nesse momento.

Usufrua das coisas boas que acontecem contigo.

Seja grato por tudo que lhe tem sido concedido.

Se estiver comendo, aprecie a comida, o sabor, o aroma.

Se estiver com os familiares, aprecie a companhia, relembre os bons momentos, conte as novidades, ouça as façanhas e realizações dos outros.

Aprecie tudo que te cerca.

Aprecie o momento presente.

Beco