Voltar atrás e fazer diferente.

Acredito que todos tenham em algum momento, experimentado essa vontade enorme de voltar no tempo e fazer alguma coisa diferente.

Aliás, é uma pergunta que adoramos fazer aos idosos. Se você pudesse voltar no tempo da juventude, o que faria de diferente?

Devemos todos desistir de ter um passado melhor, como já comentei numa postagem passada.

Construir um futuro melhor, e construí-lo hoje, deve ser o nosso objetivo.

Mudar o passado:

Diferente de visitar o passado e avaliar com bons olhos tudo que viveu, o desejo constante de mudar o passado nos faz pessoas sombrias, tristes e sem objetivo na vida.

É como dirigir o seu carro, olhando constantemente o espelho retrovisor.

Queria voltar atrás e ter me casado com aquela namorada do colégio.

Queria voltar atrás e ter dado mais atenção ao meu pai que se foi tão cedo.

Queria voltar atrás e aceitar aquela proposta de emprego.

Queria voltar atrás e ter escolhido outra profissão.

O momento presente é onde a vida é construída.

Nada muda no passado e nada acontece no futuro.

O presente:

O presente é a arena dos acontecimentos, e é onde a nossa atenção deve estar focada.

Planejar o futuro é importante, mas viver constantemente com o olhar no futuro, vai te limitar de usufruir das coisas que acontecem na sua vida. A vida vai passar despercebida.

Especialmente quando vivemos obcecados por problemas futuros que sequer ocorrerão, a vida é desperdiçada em grande conta.

Eu posso perder o emprego.

Posso adoecer de repente.

Posso me envolver numa colisão.

O avião pode cair.

A inflação pode voltar e comer todos os investimentos.

Pare de se preocupar com as coisas que não vão acontecer.

Viva agora, viva bem, e seja feliz.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta