Você pode florescer.

Esta afirmação – você pode florescer – pode muito bem vir de um autor de livros de auto-ajuda, mas vindo do fundador da psicologia positiva, Prof. Martin Seligman, é algo que merece uma leitura cuidadosa.

Seligman que publicou o recente livro Florish – Florescer, onde afirma que todos podem florescer.

O livro, já bastante discutido, expande o conceito da felicidade e as emoções positivas, agregando outros quatro conceitos, realizações, propósito, relacionamentos e engajamento.

A revista época de 23 de maio de 2011, publicou na reportagem de capa sob o título O Mito da Felicidade, um artigo que descreve a nova abordagem de Seligman seguida de curta entrevista do professor.

Dois sites também comentam o livro, o Psicosaber, e o Positive Psychology News.

Alguns destes conceitos que agregou Seligman, já foram anteriormente abordados por outros estudiosos. O engajamento, foi largamente estudado por Mihaly Csikzentmihalyi que criou o termo fluxo, que é quando as pessoas estão tão engajadas e satisfeitas com o que estão fazendo que não vêm o tempo passar.

O propósito, num sentido mais espiritual foi abordado por Viktor Frankl, especialmente no livro: Em Busca de Sentido.

Os relacionamentos foram abordados por diversos autores, dentre eles Richard Layard, no livro Felicidade: lições de uma nova ciência.

Outro autor que comenta a questão dos relacionamentos é o professor de Harvard, Nicholas Christakis no livro: O Poder das Conexões.

Seligman diz que esta nova abordagem do bem-estar, não limita ninguém de encontrar o seu próprio caminho, equilibrando e fazendo o seu melhor, ao seu modo, nas cinco vertentes do bem-estar, a felicidade, realizações, propósito, relacionamentos e engajamento.

Seligman utiliza as iniciais dos conceitos para criar o anagrama PERMA, Positive emotion, Engagement, Relationships, Meaning and Accomplishment, como os pilares PERMAnentes para uma vida plena.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta