Você não tem que provar nada a ninguém.

Não queira parecer, fazer para os outros, tentar provar alguma coisa aos outros.

Enquanto você concentra a sua atenção nos outros, a sua vida é desperdiçada.

Nos metemos a querer provar que somos competentes, quando deveríamos simplesmente nos empenhar em trabalhar e dar a melhor contribuição. Não precisamos provar nada a ninguém.

Cuide da sua vida, dos seus projetos, e procure fazer melhor a cada dia.

Muita comparação:

Nós nos comparamos muito aos outros, e até parece que estamos numa corrida de cavalos, querendo vencer, nem que seja por uma cabeça. Um total desperdício de tempo e de energia.

A vida deve ser vivida com sabedoria, atento aos próprios anseios, evitando se fazer de fantoche dos projetos alheios.

Quando nos comparamos, ficamos com aquela coceira da inadequação, e o ímpeto para fazer mais, passar à frente, contar vantagem, nos coloca rapidamente sobre a esteira hedônica, e por mais que nos apressemos, não saímos do lugar.

Quero melhorar, me tornar uma pessoa melhor, aprender mais, corrigir os meus defeitos, mas não preciso para isso, me comparar a outras pessoas.

Por outro lado, quando nos dedicamos a ajudar os outros a concretizarem seus próprios projetos, crescemos, progredimos, avançamos, e isso pode parecer um contrassenso.

Como é que vou avançar se estou ajudando os outros?

Não deveria estar focado nas minhas atividades? Não estou perdendo o meu tempo e minha energia?

Ajude para ser ajudado:

Na verdade, quem ajuda é ajudado, e não devemos nos esquecer que vivemos em comunidade. Ora ajudamos e ora somos ajudados. Aquele que se isola no seu egoísmo, acaba incompleto nas suas realizações.

Temos que atentar apenas para a regra de ouro da reciprocidade. Não ajudamos os outros esperando algo em troca, mas quem ajuda e doa e nunca recebe nada em troca, precisa se cuidar, pode ter se transformado no capacho dos outros.

Em resumo, guie a sua vida pela sua bússola, e não vire uma marionete, fazemos o que os outros dizem que é correto, comprando coisas, visitando, curtindo e estando com pessoas que nada tem a ver contigo.

Cuide de si, e preserve a sua identidade, sua autenticidade.

Seja para você, e a felicidade vai te esbarrar.

R.S. Beco

1 Comentário

lilas666

about 4 anos ago

Republicou isso em Cosmopolitan Girl.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta