Você não deve se culpar pelos seus erros, desde que…

Você não deve se culpar pelos seus erros, desde que…

Para cada sucesso que temos registrado, temos pelo menos 5 iniciativas que deram errado. E não devemos nos desencorajar com os erros e fracassos. É totalmente normal errarmos, desde que aprendamos as lições. Não devemos nos recriminar, desde que não cometamos os mesmos erros seguidamente.

Todos nós vamos nos lembrar do velho ditado – “errar é humano, repetir o erro é burrice”.

A vida é uma escola:

Somos bombardeados diariamente com oportunidades únicas de aprendizagem.
Melhoramos a maneira de fazer as coisas, desenvolvemos um olhar mais maduro e sereno diante da nossa realidade e ficamos mais preparados para as adversidades que vem pela frente, e para isso, temos que ter uma atitude positiva e otimista consigo mesmo. Temos que acreditar que somos capazes de aprender com os nossos erros e nos tornarmos uma pessoa melhor.

De uma maneira geral, os erros nos ensinam algumas lições importantes:

-aprendemos que não somos perfeitos, e nos livramos da prepotência;

-aprendemos a nos aceitar como somos;

-nos ensinam sobre integridade, forças e fraquezas;

-aprendemos a enfrentar nossos medos, especialmente o medo do fracasso;

-nos ensinam a encarar a vida com mais realidade, ameaças e oportunidades;

-aprendemos a acreditar em nós mesmos, mesmo quando fracassamos;

-aprendemos a noção da responsabilidade com nossas próprias vidas;

-aprendemos sobre a humildade e a pedir ajuda quando precisamos;

-finalmente, inspiramos os outros a não serem tão exigentes consigo mesmo.

Ao fazermos um balanço de nossa vida, temos que ser honestos, avaliando tanto os fracassos quanto sucessos, e evitar a natural tendência para o negativo.

Devemos fixar a nossa mente muito mais nas coisas que deram certo, as realizações e o sucesso. Toda vez que a mente insistir em ruminar um fracasso, reconheça esse puxão da mente e faça um movimento contrário – olhe para um sucesso estrondoso.

Acredite em si mesmo, e seja feliz.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta