Você está feliz?

Às vezes ouvimos essa pergunta, e como de costume, damos alguma resposta evasiva.

Raramente fazemos uma reflexão sobre a nossa felicidade.

Normalmente olhamos para o nosso bem-estar como quem olha para um termômetro, sem analisar o que de fato está influindo para tal nível de bem-estar.

A verdade é que evitamos falar sobre felicidade.

Falamos de dinheiro, casa confortável, escritório espaçoso.

E você, está feliz?

Falamos de sexo, comida gostosa e pessoas chatas.

Se você perguntar para alguém: você está feliz? Vai soar como uma intromissão.

Sei que não devemos ficar encucados com a busca da felicidade. Afinal, a felicidade não é um objetivo final, mas algo que acontece durante o trajeto, e é sobretudo um estado mental.

Por outro lado, se não sabemos ao certo o que vai nos fazer felizes, temos uma grande chance de acabarmos infelizes.

Será que aquilo que buscamos dia após dia, vai nos fazer mais feliz?

Será que a realização de algum projeto que toma toda a nossa atenção vai nos fazer mais feliz?

Será que os familiares, amigos e colegas de trabalho podem nos fazer mais feliz?

O que realmente prende a nossa atenção e nos faz suspirar?

O que nos faz esquecer o tempo, os problemas e nos tira do desânimo e da estagnação?

Motivação:

O que nos faz mover, o que motiva a nossa ação?

Vale à pena fazer uma reflexão profunda de vez em quando.

A felicidade pode estar logo ali na esquina, mas precisamos caminhar naquela direção.

Está nas nossas mãos.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta