Uma vida nada simples.

A vida é dura, e muitas vezes julgamos até que ela não é justa.

Mas pra tudo tem um jeito, tem uma solução.

Você não é vítima – pra começo de conversa.

Como diz Ralph Marston no blog Daily Motivator, realizações significativas não são fáceis.

Relacionamentos não são fáceis, mas quanto contentamento tiramos deles.

O fato da vida ser difícil é que te permite, vencendo as dificuldades, torná-la grande.

Às vezes complicamos a vida mais do que o necessário.

Devemos eliminar as coisas desnecessárias que acumulamos ao longo do tempo.

Para tornar a vida simples, devemos fazer a jornada da vida, carregando na nossa mochila apenas o necessário.

É fácil dizer, mas difícil praticar.

Quanta coisa que acaba se transformando em carga inútil e quanto relacionamento superficial e supérfluo temos na nossa vida.

Quantos compromissos sociais sem pé nem cabeça.

Queremos isso tudo?

Na verdade não queremos, mas na sociedade moderna, isso tudo vem de graça e cola na nossa vida como chiclete no cabelo.

Talvez seja isso que torna a nossa vida nada simples.

Nos preocupamos em demasia com coisas que não nos dizem respeito e sobre as quais não temos qualquer controle.

Dizemos muito sim para aquilo que não queremos e dizemos muito não para coisas que queremos, e assim, complicamos a nossa vida.

Tentamos incessantemente viver além dos nossos recursos e nos penduramos em dívidas e tornamos a vida insuportável.

Dedicamos muito da nossa vida com hábitos tóxicos e complicamos a nossa vida e a nossa saúde.

Vivemos muitos relacionamentos negativos e com isso a sobrecarga quase insuportável da inveja, da culpa e dos ressentimentos.

Assumimos compromissos que não deveríamos assumir e complicamos a nossa agenda e tornamos o nosso dia um estresse do começo ao fim.

Não suportamos o descanso e a calma, e nos sufocamos de tanto trabalho – acabamos nos matando enquanto deveríamos buscar um modo de vida saudável.

Procuramos um tempinho para encaixar quase tudo e deixamos de dedicar um tempo para nós mesmo.

Centralizamos muita coisa e ficamos sobrecarregados.

Nos auto-impomos uma meta de perfeição, e corremos atrás do próprio rabo – um objetivo inalcançável.

Uma coisa de cada vez.

Primeiro as coisas mais importantes.

Não precisa fazer tudo hoje.

Cuide mais de si.

Seja feliz.

Beco

1 Comentário

Marina

about 7 anos ago

Meu bom amigo!! Que bom ler...que bom organizar os sentimentos, q sempre andaram desordenados e bagunçados, com sua ajuda. Qdo acordo de madrugada ( 6.30h ), as palavras estao aqui...na tela...pontual!! Leio o q gosto, o q preciso e, engraçado...exatamente o q gostaria de ler!! Te adoroooo!!! Bjos

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta