Uma mão amiga não tem preço.

Justamente quando preciso, aquela mão amiga aparece para ajudar,  exatamente naquilo que eu preciso, e isso não tem preço.

A vida pode se complicar de repente, e todos sabemos disso. As dificuldades podem nos deixar confusos, perplexos e indefesos.

O medo, a insegurança e o sentimento de desamparo pode tomar conta. Mas a ajuda pode aparecer exatamente quando precisamos. Temos que dar graças. É mais uma confirmação de que não estamos sozinhos nesse mundo, e podemos e devemos pedir ajuda quando estamos em dificuldades.

Preciosa ajuda:

Temos que dar imenso valor à ajuda quando ela aparece.

Todo mundo está entretido com a própria vida, e quando alguém tem o desprendimento para lhe estender a mão, enxergue isso como um gesto nobre e generoso.

Tome isto como exemplo, e pratique você mesmo a generosidade. Dê um pouco de si. Ajude quem está precisando.

Quem dá de si está beneficiando a si mesmo, pois o bem vem imediatamente, influindo positivamente no seu próprio metabolismo, atuando positivamente na sua imunidade. Enfim, é um bem sem tamanho que a ciência está revelando aos poucos.

Temos que acreditar no bem maior, na caridade, na conexão amorosa com os outros, especialmente aqueles que estão em necessidade.

Energia:

Muitas vezes a ajuda vem em forma de energia, um encorajamento, uma palavra de carinho.

Quando estamos em dificuldades, podemos facilmente se sentir exaurido, sem forças sequer para pedir ajuda. Nesses casos, uma palavra amiga pode fazer muita diferença. Um flash de energia para levantarmos do chão.

Os atos de bondade vêm e inúmeras formas, e somos bombardeados por estes sem sequer darmos conta.

Fique atento para a bondade do mundo, e participe de coração aberto a este esforço virtuoso para o bem comum.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta