Um tributo à vida

Presto uma homenagem à vida, à graça que é estar vivo e livre para saborear tudo que ela oferece, com a mente aberta e mão agradecidas.

Sei que muitos padecem nos dia de hoje com doenças e carências de toda sorte, mas peço que a determinação para fazer o mundo um lugar melhor esteja com cada um. Que a esperança não nos abandone em nenhum momento.

Pensei muito nos amigos e familiares que deixaram o nosso convívio tão jovens, e a benção que foi conviver com cada um deles, a alegria dos momentos e as lições que aprendemos e ensinamos uns aos outros.

Sei que não somos donos do nosso destino, mas podemos escolher viver plenamente, sem futilidades, uma vida com sentido. Viver a vida enquanto há vida.

A vida é boa:

A vida é boa, mesmo que a dor nos atinja de vez em quando. A vida é abundante, ainda que sejamos privados de coisas que julgávamos merecedores.

Gosto de tudo que recebi, aprecio e saboreio cada pedaço, cada pequeno fragmento.

Relembro com gratidão todos os momentos vividos, sei que são únicos, e foi uma benção tê-los vivido.

Quantas pessoas maravilhosas me foram dadas conhecer.

Quantas pessoas generosas cruzaram o meu caminho num relance, o suficiente para deixarem uma marca indelével.

Neste Natal, em viagem com a família, tive o carro avariado e me vi desamparado, o celular indisponível e a falta de uma chave de fendas para fazer o reparo necessário.

Uma alma caridosa parou o carro na estrada para nos socorrer, uma ferramenta adequada, muita boa vontade, e pude seguir viagem.

Me lembrei de um episódio similar que aconteceu comigo em um lugar inóspito, sem a ferramenta necessária, e de repente, do nada, alguém apareceu para me socorrer.

A vida é cheia de encontros, de ajuda, de almas caridosas enviadas para nos socorrer.

Encerro o ano com o forte sentimento de que fui recompensado. Dei duro, trabalhei bastante, e sei que recebi muito mais do que imaginei.

Rubens Sakay (Beco)

2 Comentários

Sa_oli

about 3 anos ago

Beco bom ano de 2015. Continue nos deliciando com a sua escrita. Adorei este seu último texto em especial, é incrível como se pode sentir gratidão em coisas tão simples. Você está certo! O essêncial é invisível aos olhos como dizia Saint Exupery.. Bom ano Sara

Responder

Sa_oli

about 3 anos ago

Correcção.. "O essencial é invisível aos nossos olhos". Saint Exupery

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta