Um pouco de paciência

Exercite a paciência um dia de cada vez. Se alegre com o progresso, mesmo que pequeno. Assim como um músculo do nosso corpo, a paciência tem que ser fortalecida por meio de um bom exercício diário.

Sabemos que a nossa herança diz muito da paciência que uns têm e outros não, mas a prática ajuda um bocado.

Não queremos nenhum músculo atrofiado por falta de exercício, e nem queremos que uma habilidade tão importante seja negligenciada.

Experimente devagar:

Um passo de cada vez, começando com coisas bem simples quanto esperar na fila do supermercado, passando por itens mais sofisticados como a gravidez da primeira neta.

Tenha paciência com a paciência e seja paciente consigo mesmo. Nós somos capazes, mas aprendemos devagar, e a impaciência e ansiedade podem nos levar a recaídas. Não devemos perder a fé.

A paciência nos torna pessoas mais agradáveis, pois ninguém gosta quando o outro fica perturbando, tentando apressar o rio, o tempo, o crescimento.

Tudo vem com o tempo e tudo vai com o tempo. Não há nada que perdure, e aceitar o ritmo das coisas é uma sabedoria valiosa.

Quando damos tempo ao tempo, a nossa mente tem a chance de trazer a razão de maneira adequada, temperada com a serenidade e a calma.

A paciência desenvolvida também melhora a nossa saúde, afasta o estresse tão danoso. Viver em constante estresse e impaciência cobra um pedágio grande para a nossa saúde. Isso pode nos empurrar para doenças crônicas especialmente à medida que envelhecemos.

A paciência acalma a nossa mente, que assim passa a aprender melhor, resolver os problemas e conviver harmoniosamente com outras pessoas. Quando agimos estressadamente, perturbamos o ambiente. Além de deseducar os filhos e o próprio resultado do nosso trabalho acaba sendo deficiente.

Aja com mais leveza, não tente apressar o barco, e deixe que tudo siga o ritmo adequado, incluindo aí o seu organismo, a sua mente, e a sua saúde.

Rubens Sakay (Beco)

1 Comentário

pam

about 3 anos ago

Acompanho seus textos e tenho crescido muito,obrigada!

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta