Um pequeno gesto de gratidão

Sabemos da importância da gratidão. É fácil se sentir grato pelas coisas boas, e as coisas ruins?

Gostamos de agradecer quando as graças são estrondosas e inesperadas, e o que dizer das pequenas coisas que damos como certas?

Agradeça cada pequena coisa na sua vida, tudo que você dá como certo, a roupa que tem para vestir, o café da manhã que tem para tomar.

Agradeça as coisas fenomenais que você também dá como certas, o ar fresco que você respira, o sol que te acorda pela manhã.

É certo que até as coisas ruins trazem algo de bom para você. Devemos no entanto, estarmos sempre atentos para perceber esses pequenos detalhes.

Agradecer e se sentir grato:

Agradecer é diferente de se sentir grato, pois agradeço muitas vezes por educação, de maneira protocolar.

Me sinto grato pela minha saúde, e embora tenha muito a agradecer aos meus médicos, sei que há muito mais que isso.

Faço a minha parte e me esforço para cuidar de mim mesmo e de outros que me cercam. Sei no entanto que há Alguém lá em cima que não descuida de nada, da minha saúde, do ar que respiro, do sol que vai me acordar todos os dias logo pela manhã.

Agradecer envolve se comunicar com alguém, e a gratidão quase sempre é um ato próprio, do seu coração.

Podemos expressar a gratidão em público, contar o que se passa no nosso coração. Isso reforça o nosso sentimento, pois sempre enseja a aprovação das pessoas que ouvem.

A gratidão pode ser um lampejo na sua mente que registra o quanto você tem sido abençoado. Pode ser um pequeno gesto, as mãos ajustadas, a mão no coração, um aceno positivo com a cabeça.

Faça de maneira autêntica, do fundo do coração.                                                                R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta