Um pequeno desconforto.

Sentir um pouco de frio para perceber como se aquecer.

Sentir o desconforto do ambiente de trabalho para descobrir maneiras de melhorar.

Deixe o desconforto de atingir um pouco, e lide com ele como forma de aprendizagem, como uma janela que vai se abrir na sua percepção.

Às vezes nos vemos rodando em círculos tentando resolver um problema que nos incomoda.

Uma boa recomendação é deixar um pouco o desconforto nos atingir e esfriar a cabeça para deixar a solução chegar à nossa mente.

Soluções:

Ficamos tão ansiosos e estressados em resolver o problema e não nos damos a necessária tranquilidade para pensar na solução.

Negamos o problema, rejeitamos as consequências e tentamos por todos os modos, se livrar do desconforto. Às vezes, sentir o desconforto com serenidade, é que abre as portas para a solução.

Problemas, temos todos, e alguns são realmente desgastantes e nos deixam alterados.

Temos que ir com calma, e dar um tempo para o problema maturar na nossa cabeça. Devemos deixar que as nossas percepções sejam realmente impactadas pelo problema, e assim, a nossa criatividade pode apontar para uma solução mais adequada.

Causas:

Muitas vezes estamos tentando corrigir os efeitos do problema, e nem passa pela nossa cabeça examinar as verdadeiras causas.

Outro ponto, é que o calor do problema e o estresse, não permitem que pensemos fora da caixa, examinando alternativas e caminhos fora do nosso radar imediato.

No final, tudo vai se resolver, e tudo vai ficar melhor, mas temos que ter calma, enxergar as prioridades e fazer a nossa parte.

A nossa vida é um rosário de problemas para resolver, e somos capazes de resolver, um dia de cada vez.

Assim como é recomendado que deixemos o problema dormir uma noite para pensar nele no dia seguinte, devemos permitir que ele nos incomode um pouco para que isso nos instigue para uma solução interessante.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta