Um pai sem estresse.

Durante muitos anos fui um pai estressado.

Não sei se a carga que os meus dois filhos me impuseram foram demais da conta, ou eu simplesmente não estava preparado para uma empreitada tão laboriosa.

Ser pai vem acompanhado de muitas alegrias, e vê-los adultos, caminhando com as próprias pernas, resolvendo os próprios problemas traz uma satisfação enorme.

Leo Babauta:

Diz Leo Babauta que não existe esse negócio de pai sem estresse, e ele tem seis filhos.

Diz  ele, que no meio de tantas atribulações, braços quebrados e brigas para comer, podemos encontrar a paz, e paz não quer dizer ausência de estresse.

Zen Habits:

Lendo as recomendações de Leo no seu blog Zen Habits, fiz uma reflexão da minha própria experiência e transmito algumas de suas constatações:

-cumprimente seus filhos todas as manhãs.

-ensine as coisas elementares, tomar o café da manhã, se trocar, colocar a roupa suja para lavar.

-seja paciente com a aprendizagem gradual dos pequenos.

-filhos maiores ensinam os menores, e isso os torna mais preparados – não é uma carga.

-leia para os pequenos.

-brique com eles, participe.

-estabeleça um tempo e espaço para você e sua esposa.

-quando a criança está magoada, se coloque no seu lugar.

-quando os tempos esquentarem, tenha paciência, respire fundo e não perca a temperança.

-seus filhos são uma benção – não se esqueça.

-se cuide, faça exercícios.

-não perca nenhuma chance para ensinar-lhes sobre a gentileza, o amor e a honestidade.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta