Traga de volta as lembranças felizes

Traga de volta as lembranças felizes

Faça um esforço para trazer de volta as lembranças felizes. Sempre quando arrumamos a nossa casa ficamos no dilema de guardar ou descartar alguns objetos que pertenceram aos nossos antepassados.

Tenho objetos que pertenceram aos meus avós, aos meus pais que já se foram, e gosto muito de trazer as boas lembranças que este objetos me remetem. Acredito que todos vivenciam o mesmo tipo de experiência no seu cotidiano.

Isso acontece quando reencontramos familiares, quando visitamos lugares que estivemos no passado acompanhados dos nossos entes queridos.

Lembranças felizes:

Aprendi recentemente a guardar alguns objetos e a utilizar alguns artifícios para ativar lembranças felizes. Um exemplo disso é a câmera fotográfica antiga do meu pai que me remete aos tempos de garoto convivendo com a paixão de meu pai pela fotografia.

Tenho uma coleção enorme de fotografias da minha infância e várias delas me trazem momentos muito felizes do passado, habilmente registradas com essa câmera.

Outra coisa que aprendi e que pratico com a minha esposa, é ativar nela, lembranças felizes do seu pai, ainda vivo.

O meu sogro, nos idos tempos, tinha por hábito levar uma xícara de café recém coado para acordá-la quando ela ainda era solteira e vivia com os pais. Os familiares gostam de dizer que ela sempre foi a preferida do pai.

Sempre que me lembro, faço a mesma coisa, levo o café quentinho para acordá-la.

É comum, comermos a sobra do almoço no jantar, e aquecemos no micro-ondas.

Nessas ocasiões, sempre que me lembro, e deliberadamente imito o hábito do meu sogro quando os filhos eram pequenos. Ele arrumava os pratos de comida de cada um, bem arrumadinho, com todos os alimentos separadinhos no prato.

Isso invariavelmente traz o comentário: “me lembro sempre do meu pai servindo os filhos, com os pratos bem arrumadinhos”.

Estudos conduzidos pela Universidade de Loyola e que foram também replicados na Universidade de Southampton, descobriram que pessoas que passam pelo menos 20 minutos do seu dia recordando coisas boas do passado, são mais felizes.

Maus momentos:

Assim como as memórias de maus momentos roubam a nossa felicidade, as memórias dos bons momentos trazem uma contribuição para a felicidade.

Podemos correr atrás de itens caros, na ilusão de que irão nos trazer a felicidade. Por outro lado, podemos recorrer aos recuros que temos em casa e em nossa memória. Um pouco de atenção vai revelar um elenco enorme de oportunidades, todas grátis, para aumentar a nossa felicidade.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked