Traga a luz para transformar a escuridão

Traga a luz para transformar a escuridão

Na nossa caminhada, passamos por trechos iluminados e confortáveis e outros sombrios e amedrontantes, e para estes últimos, temos que carregar a luz para amenizar as sombras, para transformá-los em experiências positivas.

Não deixe que a negatividade domine os seus pensamentos e atitudes. Sempre que tiver em dificuldades, na adversidade, pense em trazer a luz para iluminar os seus pensamentos e as suas ações.

Muitas coisas obscurecem a nossa visão, a raiva, os ressentimentos, a inveja, a culpa e o desejo de vingança.

Trazer a luz significa iluminar essas coisas obscuras, deixando mais claro o caminho, as decisões, as alternativas e soluções.

Em meio à escuridão, não enxergamos por onde caminhamos, não percebemos os obstáculos e sequer dominamos os nossos próprios movimentos.

Iluminação:

Na escuridão, podemos nos ferir até com as ferramentas que podem nos salvar – veja como é importante iluminar os nossos problemas.

Os desapontamentos, decepções, a dor e o sofrimento ganham um novo significado quando trazemos para perto a luz.

Quando é a luz da sabedoria, a confusão se desfaz.

Quando é a luz da serenidade, as dificuldades se dissolvem.

As coisas ganham a sua devida proporção.

As cores voltam a ilustrar a nossa vida, e o sorriso e a tranqüilidade voltam a dominar o nosso olhar.

Quantas vezes nos lembramos de problemas passados que julgávamos enormes, e hoje, com um certo distanciamento no tempo, vemos o quanto minúsculos eles eram na verdade.

No calor dos conflitos, no tumulto e na confusão, as coisas perdem a proporção real. É preciso que a luz da serenidade venha para nos iluminar.

Quando o nosso pensamento está dominado pela raiva, paixão e ganância, precisamos da luz da razão para iluminar o nosso julgamento. Assim enxergarmos as alternativas e as decisões corretas.

Nada é completamente negativo, e precisamos iluminar a nossa realidade para podermos ter uma nova compreensão de tudo que nos acontece, especialmente as dificuldades.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta