Todos nos caímos um dia.

Todos nós temos as nossas quedas na vida.

Ninguém trafega eternamente numa pista pavimentada. Há muitos buracos, e muitos tropeços serão verificados no nosso trajeto.

Mas aprendi que não é importante como caímos, mas sim como nos levantamos.

Já comentei que quando somos sujeitos às forças da destruição, aí é que colocamos para fora o indestrutível em nós.

Somos vencedores, somos os precursores do homem do gelo, o homem das cavernas e nos tornamos resilientes.

A dificuldade e as adversidades moldam o que somos, nos tornam fortes, maduros e preparados.

A vida é boa, e o mundo é um lugar feliz, apesar de tanta coisa que desgostamos.

Eu ando coletando os provérbios que ouvia de minha mãe, e um deles, um antigo provérbio japonês: “cair sete vezes, se levantar oito”.

Isso quer dizer que cair e permanecer no chão não é o correto, não é natural. A nossa posição final deve ser sempre de pé, altivo, olhando a vida de cabeça erguida.

Não se preocupe nem se iniba se precisar de ajuda para se levantar – isso faz parte.

Ter amigos e familiares com quem contar numa situação muito difícil é tudo que queremos.

Quando nos levantamos da queda é que crescemos – nos conhecemos melhor.

Aprendemos que temos a capacidade, que somos fortes e resilientes.

Aprendemos que não estamos sós e conhecemos melhor as outras pessoas.

Aprendemos que não estamos sós e confiamos numa Força Superior.

Aprendemos a viver plenamente, emocionalmente e não anestesiados pela rotina do cotidiano.

Aprendemos a nos recuperar – dar um tempo para si próprio.

E sobretudo, aprendemos a aceitar as condições e dificuldades que a vida nos impõe.

Não tema o futuro e não tema futuras quedas, pois você vai dar conta do recado.

Devemos ainda nos liberar da culpa que sempre nos ronda quando caímos num buraco.

É mais importante descobrir como vamos sair, do que como caímos ou porque caímos.

Essa é uma característica de uma pessoa resiliente. Ao cair, já está pensando em como se levantar.

Uma pessoa resiliente se recobra rapidamente dos reveses que inevitavelmente tem que enfrentar.

Vai valer à pena. Vai melhorar. Vou estar mais preparado. Dou graças por tudo que tenho e sei que vou sempre encontrar a felicidade.

Beco

1 Comentário

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta