Tire proveito do seu cotidiano.

Não há nada mais entediante que uma rotina diária de trabalho, tenho que concordar – repetitiva – cansativa – e não raro, mal remunerada.

Mas o nosso cotidiano não é só isso.

Eu já comentei numa passagem anterior sobre o trajeto que fazia para ir ao trabalho.

O percurso cruza um trecho próximo a uma reserva ambiental. Pelo menos uma vez ao ano, coincide de eu ver um casal de tucanos sobrevoando a pista, o que me traz uma sensação super agradável e gratificante. Por esse motivo coloquei uma foto de um tucano no início da postagem.

Constato, quando coloco atenção, que a minha jornada diária é entremeada por pequenos eventos maravilhosos que ilustram e dão suavidade ao estresse e a correria do dia-a-dia.

Quando estamos entretidos nos problemas do trabalho e no planejamento da empresa, raramente estamos focados no momento presente, e fico satisfeito quando algo, por mais singelo que seja, me traz para o aqui e agora.

Outro dia, numa reunião de trabalho, de repente, notei uma broche em formato de uma flor, que uma pessoa usava, e isso me puxou momentaneamente para o momento presente, e numa fração de segundos, pude perceber os detalhes a cor e formato do adorno, coisa que raramente faço.

Um ponto interessante é a nossa noção do tempo quando os eventos são agradáveis ou desagradáveis.

No primeiro caso, eventos curtos parecem longos quando nos lembramos deles. No segundo caso, o sofrimento parece longo, mesmo que tenha durado pouco tempo.

O tipo de carga emocional que colocamos quando estamos vivenciando o evento faz com que a experiência e a lembrança sejam longas e negativas.

Devemos então, colocar uma carga emocional positiva quando os eventos são desagradáveis, pois eles nos parecerão breves, e colocar todo o foco quando os eventos são agradáveis para aproveitar o máximo e fixar uma lembrança positiva e prolongada.

Quando o trabalho for desagradável, mas necessário, focalize uma parte de cada vez, para que ele pareça mais leve e você não se sinta amedrontado pelo trabalho todo, ou sinta uma rejeição grande.

Coloque emoção no que faz. Se for uma tarefa difícil, vai parecer mais curta – o tempo vai passar mais rápido.

Quando a tarefa for boa, aproveite ao máximo e celebre a sua conclusão.

Beco

1 Comentário

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta