Tentando fazer demais.

Às vezes nos pegamos tentando fazer demais.

Ninguém escapa da sensação de que não conseguiu terminar o que tinha que fazer no dia.

Mas sei que não preciso fazer tudo hoje, pois amanhã serei brindado com outras 24 horas novinhas em folha.

Isso serve para me aquietar um pouco, e me dar tranqüilidade ao chegar o final do dia e muitas coisas por terminar.

Às vezes nos sentimos assim, estressados e o dia nem bem começou.

Tanto para fazer:

Tanta coisa para fazer que nem sei por onde começar.

Uma segunda feira que começa assim, prenuncia uma semana inteira de correria e estresse.

Algo está errado.

Há a famosa tríade a ser seguida nestas ocasiões:

1-Liste tudo que tem a fazer.

2-Estabeleça prioridades.

3-Mão na massa – ao trabalho.

Acho que resolve boa parte dessa questão, mas quero jogar um pouco mais de bom azeite nessa receita.

David Allen:

Sigo nessa linha que escreveu David Allen para o Huffington Post.

Trazemos para a nossa lista de coisas para fazer, muita das expectativas que os outros têm de nós mesmos, e às vezes coisas pouco razoáveis.

E também, não precisamos fechar com chave de ouro todos os nossos projetos – temos que afastar um pouco esse senso de perfeição.

Muito do estresse do backlog de coisas para fazer pode sumir com melhor definição das tarefas e acordos mais claros sobre resultados e prazos.

Mesmo com uma lista enorme e as coisas pegando fogo, podemos fazer apenas uma coisa de cada vez.

Tenha calma.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta