Tenha muitos motivos para saborear a vida.

Saborear a vida, sentindo prazer a cada bocada, deve ser uma determinação.

Inventamos limitações, desculpas e assimilamos hábitos tóxicos que nos impedem de saborear a vida plenamente.

Me lembro quando jovem, fumava cigarros e não sentia o sabor da comida. Felizmente abandonei esse vício danoso há mais de 30 anos. Mas nessa época, nada que comia tinha realmente sabor, pois o palato estava sempre anestesiado com a nicotina e outros componentes nocivos que vinham com o cigarro.

Vícios abandonados:

Ao abandonar o cigarro, muitos benefícios vieram, um de cada vez. O primeiro, foi reaver o sabor de comer, de experimentar novas comidas. Depois veio o sabor de respirar, e logo mais, o aroma das flores. Fui percebendo o quão danoso estava sendo o vício para mim.

Percebo que o cotidiano nos impõe muitas pressões, que nos impedem de saborear a vida, o que é um desperdício, pois ela é curta.

Passamos correndo por acontecimentos fantásticos e perdemos o sabor de cada momento. A vida é abundante, e o mundo é maravilhoso em cada detalhe. Acredito na humanidade, a despeito de tanta miséria e desonestidade e destruição.

No fundo somos honestos, e cada um de nós tem as forças necessárias para vencer, progredir, abandonar os vícios, se livrar dos defeitos de caráter, ajudar o próximo e se tornar uma pessoa melhor.

Experiência:

Aprendendo com os nossos erros, nos tornamos mais experientes e preparados para a vida.

A experiência nos permite muitos acertos, mas são os erros cometidos que constroem a experiência.

Parece um jogo de palavras, mas pense um pouquinho e vai ver que faz sentido, desde que tiremos proveito de cada erro, uma lição a cada tropeço, a cada queda.

Temos todos muitos motivos para saborear a vida.

Devemos, desde já, retirar a venda dos olhos para enxergar a beleza em cada momento, e assim como fiz com o cigarro há muito tempo, abandonar aquilo que me prejudica sentir plenamente.

Saboreando a vida a cada momento, somos mais felizes.

A felicidade não está na chegada, mas sim no caminho.

Não deixe para saborear lá no final. Busque os motivos para saborear hoje.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta