Tenha expectativas reais.

Muita decepção que experimentamos vem de criar expectativas irreais sobre os outros e sobre nós mesmos.

Se compare com o passado, tenha uma perspectiva honesta sobre o seu crescimento e evite traçar um modelo ideal e inalcançável de si mesmo.

Quando fazemos uma avaliação honesta, temos uma visão real do que é éramos, dos defeitos de caráter que abandonamos, das nossas virtudes, e a projeção que fazemos de nós mesmos deixa pouco espaço para a decepção.

A prepotência projeta um futuro irreal, e coloca a felicidade num ponto inalcançável.

Somos seres imperfeitos em busca de crescimento.

O mundo é imperfeito, e a despeito do nosso ardente desejo, ele não conspira a nosso favor.

Somos abençoados sim, porque fazemos por merecer – nos tornamos uma pessoa melhor, um dia de cada vez.

Abandonamos o egoísmo, abandonamos a culpa, nos tornamos mais generosos e altruístas, mas devemos reconhecer que o caminho é longo e muitas lições serão nos serão apresentadas.

Querer ser perfeito é normal – esperar ser perfeito é um exagero e um caminho para a decepção e infelicidade.

Não espere ter um desempenho sempre melhor que dos outros.

Não fique remoendo um erro que cometeu – aprenda a lição e siga adiante.

Não fique insistindo em uma tarefa quando todos já desistiram – isso é um sinal de que você pode estar criando uma expectativa irreal sobre o mundo e sobre você mesma.

Não fique obcecada procurando falhas nos outros e em si mesma.

Não fique tão impactada quando paga um mico (comete uma tolice) na frente dos outros.

Não seja tão dura consigo própria.

Repita para si mesmo – fiz o melhor possível, e foi o suficiente.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta