viva a própria vida Posts

Não abdique da própria vida para viver a vida dos outros

Não abdique da própria vida para viver a vida dos outros

A vida é única, já sabemos, e desperdiçar o tempo precioso vivendo a vida dos outros é uma insanidade que devemos evitar.

Não leve tão a sério o que os outros pensam, querem ou falam.

Não deixe que a opinião dos outros regule a sua vida.

Respeite a sua própria opinião e não viva em função daquilo que os outros esperam que você seja ou faça.

Imitação barata do outro.

Evite a tentação de se tornar uma imitação barata do outro. Se livre da inveja.

Gaste a sua energia concretizando o seu próprio sonho, e não olhe tanto para aquilo que outros estão realizando.

Crie algo novo e procure melhorar a pessoa que você é.

A mesma energia que você gasta imitando os outros, você pode dispender realizando você mesmo.

Ficar se comparando é algo natural no ser humano.

Viva a vida por você.

Não crie tanta dependência de outras pessoas. Viva a vida por você. Faça por você, e assuma a responsabilidade sobre a sua felicidade.

Queremos cuidar muito dos outros, e mais grave do que isso, ficamos permanentemente bisbilhotando a vida dos outros, como se aquilo que se passa com os outros fosse mais importante que aquilo que acontece conosco.

Faça por você.

Quanta coisa fazemos pelos outros e para outros. Temos que cuidar primeiro de nós mesmos.

Faça por você, e cuide de si mesmo que não é egoísmo, e sim uma demonstração de amor próprio.

Pegar emprestada a vida de alguém.

Viver a vida emprestada de alguém é um total desperdício.

Só temos uma vida. Temos que realizar o nosso projeto. Temos que dar significado à nossa existência.

Depois que caminhamos por longo tempo o caminho do outro, nem mais nos reconhecemos.

Quando olhamos a vida do nosso vizinho bem realizado financeiramente, imaginamos como ficariam os seus sapatos nos meus pés.

Viver a própria vida.

A frase do mês é viver a própria vida, o que nos esquecemos com frequência.

Muitas vezes nos encontramos tomando conta da vida dos outros, bisbilhotando, futricando, fofocando sobre eventos que não nos dizem respeito.

Outras vezes, concentramos a nossa atenção e energia tentando controlar a vida dos filhos, familiares e especialmente da nossa companheira.

Me livre da obsessão pelos outros.

Outro dia, li num livro a história do gênio da lâmpada, que te oferece os pedidos. Nesse caso, o gênio te oferecia apenas um pedido, mas tinha que ser algo não material – nada de dinheiro, riqueza, castelos ou viagens.

O autor do livro, conta que pediria o equilíbrio para lidar com as adversidades da vida.

Pensei comigo mesmo, o que pediria?

Pensei na capacidade de lidar com as adversidades, tirando sempre uma boa lição.