vida simples Posts

Uma vida simples mas cheia de sentido

Uma vida simples mas cheia de sentido

Procure levar uma vida simples, mas cheia de sentido, na direção do seu crescimento pessoal.

O consumismo exacerbado de hoje em dia nos empurra cada vez mais para complicações, sofisticações e isolamento – isso nos afasta da felicidade, prejudica a nossa saúde e acredite, encurta a nossa vida. Leo Babauta já publicou o seu Manifesto sobre a simplificação com 72 dicas, e eu faço o mesmo com algumas poucas, mas importantes.

A razão e a emoção – o equilíbrio essencial

A razão e a emoção – o equilíbrio essencial

Somos seres racionais e emocionais e não dá para ser diferente – temos que buscar esse equilíbrio.

Não intelectualize a emoção. Simplesmente sinta – sem tanto julgamento racional.

Não racionalize e não busque razões para cada sentimento. Não fique atormentado para explicar o que gosta e não gosta.

Psicólogos conduziram experimentos que mostram que as pessoas que foram solicitadas a explicar uma determinada escolha pessoal acabaram menos satisfeitas com a escolha ao final do experimento.

5 coisas para se dedicar menos e 6 para se dedicar mais para simplificar a vida

5 coisas para se dedicar menos e 6 para se dedicar mais para simplificar a vida

As pressões do cotidiano nos convidam para muitas complicações, e por esse motivo, temos que simplificar a vida em tudo que for possível.

Isso não quer dizer tirar o prazer de viver, mas sim evitar sobrecarregar os compromissos sociais e exagerar no consumo de tudo.

A correria do dia a dia, a agenda cheia e um estilo de vida sofisticado pode não deixar tempo nem tranquilidade para se dedicar a si próprio.

O prazer de viver está nas coisas simples.

Não queira entender tudo que acontece

Não queira entender tudo que acontece

Você não precisa de explicação para tudo o que acontece, relaxe e não busque explicação em tudo. As coisas, às vezes, são porque são, e isso não vai mudar nada na sua vida. Isso não vai cair na chamada oral da vida. Relaxe. A vida é muito complexa e não é possível entender de tudo.

Você pode considerar que muita coisa é obra divina, e portanto, longe do alcance intelectual do homem, ou pode ainda atribuir isso ao desconhecimento da raça humana, ou seja, a ciência ainda não chegou lá.

Facilite a sua vida.

O nosso dia é uma correria, e se complicamos a nossa rotina, acabamos sacrificando coisas muito importantes, como a alimentação, o repouso e o exercício físico.

Numa agenda apertada, primeiro cortamos o repouso, depois o exercício físico e não escapa a negligência na alimentação, comendo mal e fora de hora.

Procure deixar as coisas à mão para facilitar.

Se você quer fazer ginástica, não invente nada mirabolante, e tenha sempre na sua lista, exercícios que possa fazer em casa.

As academias sofisticadas são realmente um luxo, pessoas bonitas, instrutores gabaritados. Mas a pequena sala de ginástica do condomínio pode ser uma opção rápida e segura.

As frutas no galho baixo.

Quando passamos a prestar atenção na abundância da vida, a primeira coisa que deveria chamar a nossa atenção, é o que chamamos de frutas do galho baixo. Aquilo que não precisamos qualquer esforço para colher e desfrutar.

É o bem estar momentâneo, a satisfação de ter a companhia de alguém, uma refeição deliciosa. É a natureza no canto do pássaro ao longe, a flor que acaba de desabrochar. Uma coisa mínima pode passar despercebida como a música de sua preferência tocando no ambiente.

Quando falamos de apreciar a vida nas pequenas coisas do cotidiano, significa simplesmente colher as frutas do galho baixo.

Uma vida simples.

Uma vida simples pode ser um caminho para a felicidade.

E a simplicidade quer dizer, livre de complicações, com menos estresse e evitando carregar sentimentos tóxicos, como a raiva, e os ressentimentos.

Uma vida simples pode ser uma vida rica, vivida plenamente, Uma vida consciente daquilo que está fazendo o que te completa, o que faz sentido.

A simplicidade é uma qualidade, uma coisa que pode ter valor e beleza de maneira simples, e a vida pode ser assim.