vida feliz Posts

Feliz com o que tenho.

Sou uma pessoa feliz com o que já tenho.

Dizem que uma pessoa rica não é aquela que tem muito, mas aquela que precisa de pouco.

Procuro mais, e quero realizar mais, mas não perco nenhuma oportunidade de aproveitar, agradecido, por tudo que já tenho.

Uns podem pensar que para querer algo novo tem que estar insatisfeito com o velho. Por exemplo, desejar um carro novo porque está descontente com o atual.

Então, seja feliz.

Então, seja feliz, pois ser feliz é uma escolha pessoal. A felicidade é um estado de espírito que você pode assumir sempre que quiser, é uma escolha.

Se é isso que você quer, simplesmente seja feliz.

A realidade que te cerca se transforma à medida que você faz essa transformação em si mesmo, de dentro para fora.

Escolha ser feliz, e o mundo vai se tornar favorável a essa sua nova escolha.

A vida impermanente.

A vida não é permanente, sabemos disso, mas agimos que se fosse durar para sempre.

Desperdiçamos nossos dias com coisas fúteis e desnecessárias, como se fossemos durar para sempre. Agimos como se tivéssemos direito a um tempo adicional para cuidar de si mesmo.

Vale sempre lembrar a afirmação de Gretchen Rubin de que os dias são longos, mas os anos são curtos. A vida passa muito rápido, e ninguém quer chegar ao final com as duas grandes decepções: perceber que a velhice chegou muito cedo, e a sabedoria chegou muito tarde.

O que está acontecendo de certo?

Temos sempre uma tendência a prestar atenção ao que acontece de errado com a gente.

É fato que queremos consertar, evitar, corrigir e fugir de maiores confusões. Queremos uma vida mais tranquila e feliz.

Mas isso também tira o nosso olhar para aquilo que está acontecendo de certo.

Afinal, o que está certo na minha vida?

Não insista em complicar a vida.

Aprenda a apreciar o simples, e evite a tentação de complicar tudo na vida.

Outro dia, assistia uma reportagem na televisão, focalizando uma menina com sérias dificuldades de saúde. E o que me surpreendeu foi sua alegria de viver e aproveitar cada pequena coisa no seu cotidiano, a despeito de tanta dificuldade que a natureza lhe impôs.

Dizia a mãe da menina, que a alegria da filha, se resumia a pequenas coisas que a vida lhe permitia, muitas vezes, o simples estar na companhia da família.

A disposição para ser feliz.

A felicidade não é fruto da posição que ocupamos, mas da disposição que temos para ser feliz.

Diz a ciência que cinquenta por cento da nossa felicidade é função da nossa aptidão genética, e que apenas dez por cento é fruto das condições externas, e um total enorme, quarenta por cento, é resultado das nossas próprias iniciativas.

Portanto, devemos abandonar essa atitude de esperar para ser feliz quando as condições forem favoráveis.

Podemos sim, assumir a nossa capacidade de tomar as iniciativas que realmente podem nos trazer a felicidade.

Um dia melhor.

Se determine a transformar o dia de hoje, num dia melhor do que você próprio imaginou.

Faça algo que inesperadamente pode dar um toque especial no seu cotidiano – use a imaginação – recorra às coisas que gosta na sua memória – recupere algum projeto esquecido.

Temos o péssimo costume de procrastinar mesmo quando sabemos que aquilo que adiamos pode nos trazer bem estar.