vida feliz Posts

13 ideias que vão te mostrar que ser feliz depende da sua permissão, antes de tudo

13 ideias que vão te mostrar que ser feliz depende da sua permissão, antes de tudo

Escolhemos ser mais felizes um dia de cada vez, aproveitando cada oportunidade para nos tornarmos versões melhores de nós mesmos. Não peça permissão para ser feliz. A única permissão que você precisa para ser feliz é a sua própria. Simples assim.

Algumas ideias para sua reflexão.

5 maneiras para ser mais feliz hoje mesmo, segundo professor de Harvard

5 maneiras para ser mais feliz hoje mesmo, segundo professor de Harvard

Hoje assisti um vídeo muito interessante de Tal Ben-Shahar, o famoso professor da Un. De Harvard, especialista no tema da Felicidade, e ele discorre sobre cinco maneiras para ser mais feliz, e faço aqui um pequeno resumo, ao passo que encorajo todos a assistirem o vídeo no link que está no nome dele.

1-Se aceite ser humano. Há apenas duas pessoas que não experimentam as emoções sejam positivas ou negativas. Aquele que não sente a dor de uma perda, de duas uma, ou está morto ou é um psicopata. Se você não enquadra em nenhuma dessas condições, aceite quando se sentir triste ou alegre.

Leve a vida com mais leveza para ser mais feliz

Leve a vida com mais leveza para ser mais feliz

Não carregue peso desnecessário para a sua jornada de hoje.

Se imagine saindo para uma caminhada. Não precisa levar tanta coisa inútil que nem vai precisar.

A preocupação, o medo do que pode acontecer, os ressentimentos. Deixe tudo de lado, se desligue dessas coisas negativas e comece o dia leve.

10 conselhos de quem chegou aos 116 anos

10 conselhos de quem chegou aos 116 anos

Jiroemon Kimura viveu no interior do Japão, e segundo consta, ao morrer com 116 anos, se tornou a pessoa mais idosa do mundo. Em uma de suas últimas entrevistas, um ano antes da sua despedida, ele deixou os 10 conselhos para se viver bem, que transcrevo aqui resumidamente.

Aprecie o que tem quando tem

A melhor hora para apreciar alguma coisa é quando se tem. Pode parecer evidente, mas não é assim que fazemos normalmente. Estamos tão preocupados com as coisas que ainda não conseguimos, ficamos tão entretidos lutando para conseguir que não nos damos tempo nem atenção para saborear tudo que já temos. As coisas que perdemos a chance de apreciar, estão obviamente os bens materiais, mas principalmente os momentos, o convívio e o calor das pessoas que nos cercam.

Cada oportunidade para apreciar a vida é única e fugidia, ela some rapidamente e não há tempo a perder.

Você perde a chance de aproveitar o que tem enquanto está entretido em desejar mais, querer outras coisas.

Todo mundo é rico na sua condição, à sua maneira. Quando se diz que rico não é aquele que tem muito, mas aquele que precisa de pouco, ninguém está pregando um voto de pobreza ou um conformismo com a vida. Na verdade, se prega a satisfação com tudo que tem, com a vida abundante que lhe é oferecida todos os dias.

Escolha se encontrar com a sua riqueza todos os dias. Aprecie o que tem enquanto tem.

Aprenda a enxergar a abundância da vida na sua própria vida.

Seja grato por tudo que tem e a sua riqueza aumentará imediatamente.

Quando valorizamos o que temos, tudo o que temos adquire um valor maior, e não se esqueça de valorizar a família que tem, os amigos, a oportunidade frequente de conhecer pessoas.

A vida é um encontro amoroso com as pessoas, uma harmonia com tudo que te cerca, e uma fé segura de que tudo vai melhorar e que o futuro será melhor.

Sei que não devo reclamar do que não tenho, pois vai me tirar o sabor daquilo que estou usufruindo agora, neste instante.

A ansiedade do que vou encontrar lá na frente não deve me tirar o prazer de apreciar a paisagem que vejo na minha frente.

Rubens Sakay (Beco)

A experiência de viver

Esse trajeto único é uma experiência pessoal inalienável. Temos que cuidar com carinho responsabilidade e dedicação.

Muitos podem nos acompanhar, nos ensinar e encorajar e mesmo compartilhar várias passagens, mas viver é uma experiência pessoal, e não podemos permitir que ninguém viva pela gente.

Tampouco devemos desperdiçar o nosso tempo tentando viver a vida do outro.

Quando percebemos o valor dessa experiência, cada momento se torna precioso. Os bons momentos e aqueles não tão bons, todos trazem o valor intrínseco da experiência única e imperdível.

Esteja disposto a viver cada momento que lhe for oferecido, cada presente que lhe for agraciado.

Seja grato por cada oportunidade de experimentar uma coisa nova, enxergar um novo caminho.

Aceite os desafios e mesmo as dificuldades como chances de provar a sua capacidade, e mesmo melhorá-las a cada realização.

As coisas podem se complicar, mas a razão e a intuição podem trabalhar a seu favor, e nesses casos devemos sempre analisar se não estamos complicando mais do que a circunstância se mostra. Simplifique a vida.

Não importa quanto desânimo esteja sentindo diante das adversidades. Veja como uma oportunidade para aprender alguma lição, evoluir, progredir nessa experiência que é viver.

Se as coisas ficarem mesmo confusas, adote o princípio de uma coisa por vez, um dia de cada vez, e pequenos passos que podem te colocar um pouco mais adiante no trajeto.

Nos momentos mais difíceis temos o péssimo hábito de nos açoitar com a crítica severa, a culpa e o arrependimento.

Não perca a coragem, fique firme nos princípios, se cuide e se trate com carinho.                                                                                                   Rubens Sakay(Beco)

Agradeça o seu passado

A vida é um milagre, e não só ter nascido e estar vivo agora, mas tudo que me foi concedido e todos os riscos e perigos contra os quais fui protegido é a maravilha que é a vida.

Eu poderia ter morrido várias vezes nesse meu trajeto, a começar pelo afogamento que eu estava sendo vitimado quando pequeno, do qual fui salvo por um jovem tio, irmão de meu pai.

Não tive muita sorte na minha empreitada de acumulo financeiro, e me acho uma pessoa modesta pela carreira que escolhi e trilhei por quatro décadas. No entanto, fui abençoado com um caminho repleto de ajuda e socorro que chegaram na exata hora onde eu poderia ter me ferido ou mesmo deixado essa vida.

As oportunidades faltaram inúmeras vezes, mas chegaram outras tantas, e no balanço geral, vejo que tive muita sorte e bui abençoado com lições valiosas e agraciado com experiências inesquecíveis durante todo o meu trajeto.

Tive muitas dificuldades na minha vida. Experimentei muita carestia, mas não me faltou ajuda por todo canto. Encontrei pedras enormes pelo caminho, mas tive forças para removê-las, e várias delas foram retiradas do meu caminho, cirurgicamente pela Força que vem lá de cima.

O passado é imutável, e eu tive desejo de mudar muitas coisas do meu passado, mas aprendi a aceita-lo completamente. Aprendi ainda a apreciar tudo guarda o passado, minha vida e a vida de muitos que me cercam.

Caminhar rumo ao futuro com gratidão pelo passado tem me dado uma leveza no coração que não troco por nada.

Sou imensamente grato por toda ajuda que recebi, as pessoas que vim a conhecer e os caminhos que foram dados percorrer.

A coisa mais fantástica do meu passado foi permitir o hoje, exatamente como ele é agora, e me sinto abençoado.

Tudo isso me dá o entusiasmo para olhar o futuro com otimismo e não descuidar de tudo que faço hoje, pois sei que serei grato a mim mesmo – lá no futuro.

Rubens Sakay (Beco)

Não tenho as respostas

Me pergunto às vezes porque algumas pessoas padecem e lutam tanto. Mesmo quando demonstram um caráter irreparável, encontram sempre um caminho íngreme e espinhoso.

Não tenho as respostas, mas de tudo que sei, fica a impressão de que as dificuldades mais extremas são colocadas diante de pessoas mais capazes, mais fortes e resilientes, enfim, pessoas que darão conta da empreitada.

Se as maiores dificuldades do mundo fossem colocadas na mão de pessoas fracas, nunca teríamos nos livrado da escravidão, da tirania e da ignorância.

Quando as dificuldades em tamanho encontram a fortaleza de pessoas de bem, podemos ter o fim do apartheid, o fim da discriminação racial e da guerra.

Antigamente olhava para cima e perguntava porque eu tinha tão pouco, mesmo me dedicando tanto.

Hoje sei que rico não é quem tem muito, mas quem precisa de pouco.

Continuo com muito pouco e sou feliz, não porque sou conformado, mas porque aprendi que encontramos a felicidade com mais frequência quando caminhamos leve, sem muita carga.

Assim como aquele que caminha a pé pela estrada e se permite sair uns metros e apreciar a natureza, beber a água fresca numa fonte pura e cristalina, enquanto o outro viaja com o seu caro, luxuoso e pesado veículo que só trafega em pavimento sólido e uniforme.

A flexibilidade exige leveza, e aquele que é muito rígido nos seus conceitos acaba por engessar o próprio caminho.

Me conformei em não ter todas as respostas e também a não fazer tantas perguntas.

A vida é boa, e aprendi, vivendo sem complicações, que devemos aproveitá-las todos os dias.

Não há dias bons e ruins totalmente. O que é bom tem algo de ruim e vice-versa.

R.S. Beco

Evite tudo que estraga a vida.

Na mensagem de hoje estou parafraseando David Servan Schreiber que escreveu que devemos nos empenhar em viver uma vida boa, evitando qualquer coisa que possa estraga-la.

Favoreça aquilo que alimenta uma vida pródiga e que te permita desabrochar, mostrar para o mundo e para si mesmo o que você tem de melhor.

Arrumamos encrencas para nós mesmos, nos metemos em confusões e desperdiçamos o tempo precioso e as oportunidades para enriquecer a vida com experiências imperdíveis.

Evite perder tempo com bobagens, fofocando a vida alheia, fomentando conflitos e se estressando e criando estresse no ambiente onde convive.

Nunca agrida qualquer pessoa que seja e não provoque as pessoas a ponto de alimentar raiva, ressentimentos e agressões.

Não estrague a vida que é única, não jogue casca de banana no próprio trajeto.

Facilite a sua vida e crie condições para aproveitar cada momento plenamente.

Procure se cercar de pessoas boas, honestas, amigas, e que sejam umas para as outras, exemplo de determinação, realização e generosidade.

Evite as pessoas negativas, e não procure as pessoas por puro interesse material, o resultado é sempre desagradável e indesejável.

Faça da sua vida uma alegria depois da outra, e capriche nas interações com outras pessoas, trate bem, ajude e seja sempre uma companhia desejável.

A vida pode ser deliberadamente enriquecida com determinação, ou pode ser envenenada por puro descaso.

Seja o maior responsável por sua vida e não se deixe levar por tantas opiniões e vontades alheias.

Não deixe à vida a deriva, e não deixe que outros façam furo no seu barco.

R.S. Beco

Feliz com o que tenho.

Sou uma pessoa feliz com o que já tenho.

Dizem que uma pessoa rica não é aquela que tem muito, mas aquela que precisa de pouco.

Procuro mais, e quero realizar mais, mas não perco nenhuma oportunidade de aproveitar, agradecido, por tudo que já tenho.

Uns podem pensar que para querer algo novo tem que estar insatisfeito com o velho. Por exemplo, desejar um carro novo porque está descontente com o atual.

Na verdade, isso é uma receita para a infelicidade, pois vai encontrar sempre algum motivo para não apreciar e usufruir daquilo que já tem.

A felicidade está relacionada com os bens materiais em uma pequeníssima proporção, e apostar que vai ser feliz colocando todos os ovos numa única cesta, o emprego, a profissão, o salário, a casa nova, é jogar contra a sorte, e a chance de se decepcionar é muito grande.

A melhor recomendação é procurar dentro de si mesmo as respostas para a sua felicidade. O crescimento pessoal de dentro para fora te dá maior chance de sucesso, e uma pessoa que cresce por dentro, tem maior chance de aproveitar plenamente o mundo externo.

Seja uma pessoa mais satisficiente (sei que não existe no dicionário), mas significa uma pessoa que está satisfeita com o que lhe é oferecido, e tem o hábito saudável de julgar que é suficiente. A satisfação reduz o estresse, a ansiedade e te habilita a saborear a vida com tudo que ela lhe oferece.

Não faça da sua vida uma trilha árida, sem prazer, sem satisfação. Esteja satisfeito a maior parte do seu tempo.

Não seja tão crítico consigo mesmo, com os outros e com o mundo. Aproveite, a vida é curta, e o que você espera pode não vir.

Felicidade não é um destino futuro, e ela deve acontecer contigo em muitos momentos nessa caminhada.

Faça o que está ao seu alcance para ser feliz, e fazer feliz outras pessoas. Não perca o seu tempo com bobagens e mesquinharias. Dê um tempo nos apelos materiais.

Cuide de si mesmo, no seu íntimo, o seu eu interior.                                                            R.S. Beco