seja honesto consigo mesmo Posts

Pequeno e simples progresso

Temos que aproveitar a nossa evolução mesmo quando damos um pequeno passo e fazemos um simples progresso.

Nada na vida deve ser desprezado, e uma pequena graça, ainda assim deve ser recebida com as mãos abertas em profunda gratidão.

Quem agradece o que recebe está pronto para receber mais.

Não devemos jamais desanimar quando o progresso é pequeno, pois uma longa caminhada é composta de milhares de simples passos desempenhados com diligência e constância de propósito.

Muito feio para admitir.

Às vezes acontece de nos sentirmos envergonhados por algo que fizemos, e não conseguimos admitir que fizemos tal coisa. Mentimos, manipulados, tentamos enganar os outros e a nós mesmos.

Como nos ensinou o prof. Daniel Wegner da Universidade de Harvard, quanto mais tentamos não pensar em uma coisa, mais ela não sai da nossa cabeça, e esse fenômeno mental perverso acaba nos prejudicando.

Enquanto ficamos lutando contra o incidente, mais ele fica martelando na nossa cabeça.

Temos que deixar ir, fazer as pazes com o passado, admitir, mesmo que seja uma coisa de que nos envergonhamos.

Se temos como corrigir, consertar, se desculpar, devemos fazer logo, pois isso vai aliviar as nossas emoções negativas.

Pare de criticar o mundo.

Não fique criticando o mundo sentado no seu sofá, com o controle remoto na mão.

Aceite as coisas que não consegue modificar, mas assuma a responsabilidade por aquilo que está ao seu alcance.

Saiba que o que está ao seu imediato alcance é mudar a pessoa que você é. Se torne a pessoa que deseja ser, e não fique criticando o mundo como se ele fosse o responsável por não conseguir o que quer.

Deixe o mundo caminhar, abrace a realidade, aproveite e mude o que for preciso, principalmente em si mesmo.

Eu devia fazer…

Nem percebemos, mas fazemos muita cobrança para nós mesmos.

Fazemos isso todos os dias, todo momento.

Toda vez que você se pegar pensando: eu devia fazer…

Coloque uma atenção redobrada nos pensamentos, pois aí deve estar um caminhão de cobranças para si mesmo.

É diferente das coisas que pretendemos fazer, pois aí, é uma lista igual aquela de supermercado – vou isso, vou fazer aquilo.

A intimidade comigo mesmo.

Tenho que me manter desperto, e assim me conectar com a minha intimidade.

Pensamos estar acordados, mas estamos no piloto automático, carregados por forças externas.

Mas quem é que tem tempo para se conectar consigo mesmo, nesses dias de hoje?

Especialmente quando temos que nos manter conectados com mais de mil pessoas que sequer conhecemos, a tarefa de se manter desperto se torna difícil.

Escolhas conscientes e expectativas sociais.

O que queremos da vida?

O que dá sentido à nossa vida?

O que realmente nos faz feliz?

Quando nos concentramos honestamente em responder a tais perguntas, estamos no caminho de escolhas conscientes.

Por outro lado, quando nos deixamos levar pela maré, fazendo o que os outros estão fazendo, o que a moda nos dita e o que aparentemente nos dá um status, uma conformidade, estamos apenas atendendo a expectativas sociais.