seja gentil Posts

Pense e deseje sempre o bem de outras pessoas

Pense e deseje sempre o bem de outras pessoas

Temos que desejar o bem para todas as pessoas, mesmo que não seja do nosso convívio, mesmo que sejam desconhecidas para você.

Desejar o bem para as outras pessoas reflete assim como num espelho, nas coisas que acontecem contigo também.

Quando você se vê como parte dessa bela paisagem que é o mundo, começa a perceber as coisas boas se encaixando perfeitamente na sua vida.

Já comentei numa outra postagem sobre dizer à outra pessoa: fique bem.

Antídoto para o estresse e agressividade (comprovado pela ciência)

Antídoto para o estresse e agressividade (comprovado pela ciência)

Não perca nenhuma oportunidade para tratar o outro com cortesia e gentileza. Sinta um profundo interesse pelo conforto, paz de espírito e bem-estar de outra pessoa.

É um ato desinteressado, sem esperar algo em troca, apenas como um ato de amor, uma expressão que vem do fundo do coração.

Aja com educação, gentileza e consideração pelo outro, e compreenda que isso é contagioso, pois o outro vai replicar o mesmo comportamento para uma terceira pessoa, e no final, temos um ambiente, uma sociedade e um mundo melhor.

O mundo estressado que construímos merece alguns antídotos, e a gentileza é um deles.

A reciprocidade é algo que devemos praticar

A reciprocidade é algo que devemos praticar

Temos que ter em conta a reciprocidade nos nossos relacionamento e transações.

A reciprocidade, quando se torna um hábito incorporado à nossa maneira de ser, é um conforto.

A recomendação dessa prática, não se aplica para o lado negativo. Não vale o olho por olho o dente por dente, e temos que evitar ao máximo o bateu levou. Tampouco vale a máxima de pagar na mesma moeda.

Pratique a reciprocidade nas coisas positivas, devolver um favor, um agrado, um carinho, um elogio.

Faça o outro feliz

Faça o outro feliz

Faça o outro feliz. Nos preocupamos tanto com a nossa felicidade que não percebemos que podemos aumentar a nossa felicidade contribuindo para aumentar a felicidade de outras pessoas.

Não perca a chance de fazer outra pessoa feliz. Muitas vezes por muito pouco, perdemos boas chances de fazer feliz outra pessoa. Nos conformamos com essa atitude por egoísmo, displicência, e até por vergonha de pagar um mico.

Afinal para que se dar o trabalho se não vamos ganhar nada com isso?

É aí que nos enganamos. A felicidade de outras pessoas é altamente contagiosa.

Eu não te disse

Eu não te disse

Não seja aquele que vive criticando os outros, especialmente depois que alguma coisa errada acontece.

Eu não te disse que ia dar errado?

Deixe de ser o arauto e o eco da desgraça dos outros. Quando algo de errado acontecer com os outros, seja solidário. Na desgraça dos outros, tenha compaixão.

Compaixão – sentir você mesmo a dor do outro e desejar que ela cesse.

Nada a ganhar sendo rude

Não vamos ganhar nada sendo rude com os outros, e incluo aqui todas as interações por mais ligeiras que sejam.

Interagimos com tantas pessoas no nosso cotidiano, e não se é pressa, distração ou simplesmente falta de educação, cometemos o deslize de tratar as pessoas que sequer conhecemos bem.

Passamos uma imagem de gente mal educada, grosseira, e a conexão que estabelecemos será deficiente, e o objetivo pode não ser atendido.

Presentes que guardamos para nós mesmos.

Faça o bem e será mais um presente que vai abrir lá na frente, no caminho da vida.

Nunca vamos nos arrepender de fazer o bem, mesmo que tenhamos algum dissabor como recompensa. A retribuição nunca acontece em um único pagamento, e as parcelas podem vir pouco a pouco, ao longo da vida, por muito tempo.

Não economize em fazer o bem, e o faça para pessoas que sequer conhece, e sinta de pronto o benefício em si mesmo.

Há muitas formas de fazer o bem, e tenho certeza que você vai inventar alguma que ninguém tenha sequer pensado.