se livre dos defeitos Posts

Esforço para se livrar dos defeitos.

Já consegui me livrar de alguns defeitos, mas ainda me incomodo com alguns comportamentos que me esforço para modificar.

O esforço desmesurado e concentrado para se livrar dos nossos defeitos pode ser pouco produtivo.

Esteja pronto para que os defeitos sejam removidos, e eles assim serão, em cada situação do seu cotidiano.

Traga para a mesa as suas virtudes e deixe que seus pontos positivos nublem os aspectos negativos.

Sinto que estou fazendo errado.

A vida é um trajeto cheio de erros, acertos e correções.

Temos que ter serenidade para perceber ajustes que temos que fazer na viagem.

Não é o primeiro aviso que recebo, de que tenho que fazer as coisas com mais calma. Tenho uma tendência a correr, apressar o passo, fazer mil coisas juntas. É uma deficiência, e em alguns incidentes, acabo tendo que lidar com resultados indesejáveis.

Há cinquenta dias tive uma ruptura do tendão da mão direita provocada simplesmente pela mania de fazer as coisas apressadamente.

Conservando os meus defeitos.

Difícil abandonar os velhos defeitos.

Mesmo reconhecendo que devemos fazer um esforço nos livrarmos deles, no final, a tarefa acaba sendo mais difícil que imaginamos.

Assim como resistimos a qualquer mudança, mesmo quando a mudança é para melhor, temos umas armadilhas mentais que nos pegam direitinho.

-Eu sou assim mesmo.

-Não vou mudar.

-Não dá para ensinar uma nova lição a um burro velho.

Desenvolva o oposto.

Temos sempre uma disposição para trabalhar e desenvolver alguma qualidade que nos falta.

Temos a mesma disposição para nos livrar de algum defeito que nos acompanha há muito tempo.

Mas nem sempre é fácil identificar uma coisa ou outra.

Ações, nem sempre sensatas.

Ações, nem sempre sensatas.

As nossas ações nem sempre são sensatas, temos que reconhecer.

Escorregamos, às vezes, temos que admitir.

Queremos ser sensatos e razoáveis, mas recaímos em velhos hábitos negativos.

Temos em mente cuidar da nossa vida e não nos metermos nos assuntos alheios, e de repente, estamos julgando o outro, olhando com olhares críticos, mesmo em assuntos que não tenham nada a ver com a nossa vida.

Hábitos negativos e fortuitos podem nos atingir de repente, estamos sujeitos a isso no cotidiano. Faz parte da nossa jornada.

No entanto, temos que ter como objetivo permanente o nosso crescimento pessoal.