satisfação Posts

Sem alvoroço, deixe a paz te encontrar.

Deixe a serenidade te encontrar, e a paz se estabelecer no ambiente.

Pare de correr por um instante, e deixe que a sua mente e o coração entrem em harmonia.

Hoje pode ser o momento de reflexão, de descanso, de reencontro, de harmonia.

Aproveite a paz que naturalmente se faz presente no dia de hoje. Sinta o desejo de que todos os dias sejam como hoje, uma benção.

Felicidade – um pacote pronto.

Como diz o Dalai Lama, a felicidade não é algo pronto, que chega de presente. É fruto das nossas ações. Temos que fazer por merecer. Temos que fazer a nossa parte.

Não vamos receber um pacote no dia do nosso aniversário com o seguinte bilhete – a sua felicidade está aqui dentro.

A felicidade é um estado de espírito, pronto para usufruir da abundância da vida.

É também a responsabilidade para fazer aquilo que está ao seu alcance.

Eu quero a felicidade, e os outros também.

Eu quero a felicidade e busco ser feliz, mas tenho que pensar nisso sem prejudicar os outros.

Devo pensar no meu bem-estar sem afetar negativamente o bem-estar dos outros.

Quando jogo lixo na rua, estou pensando na minha comodidade de não ter que carregar o lixo até a lixeira.

Isso ocorre em detrimento dos outros que também utilizam o passeio público. Sem contar com o trabalho adicional de quem tem que limpar as vias públicas.

A minha vida mudou para melhor.

Hoje reconheço que a minha vida mudou para melhor. Deixei de lado tanta preocupação. Me desliguei de tanta coisa que me atava e me segurava a eventos desagradáveis do passado.

Acredito mais em mim, e parei de me culpar e culpar os outros.

Levo a vida com mais autonomia e mais confiança em mim mesmo.

Não ganhei na loteria nem herdei qualquer centavo, mas acredito que vivo melhor hoje que vivia há alguns anos atrás.

Acho que a grande mudança aconteceu dentro de mim mesmo, na nova maneira de encarar a minha realidade.

Busque o contentamento.

Dizem alguns especialistas que não devemos buscar a felicidade, pois ela não é um destino, e sim uma atitude frente a vida. É uma disposição para ser feliz durante a caminhada da vida.

Somos felizes de verdade quando nos damos conta da riqueza que é a estrada da vida, e a abundância que ela nos oferece.

Escreveu Leo Babauta do blog ZenHabits que devemos nos concentrar mais no contentamento. Pois é uma coisa mais estável, e o contentamento pode nos ajudar a desenvolver a habilidade para subtrair satisfação das mínimas coisas da vida.

É o conceito que escrevi um dia sobre ser mais satisficiente, um termo que não existe, mas significa estar mais satisfeito com a sua vida.

Não quero outra vida.

Aceito a vida que tenho.

Não tenho posses e nem sou celebridade. Sou uma pessoa bem comum, de uma família comum, com amigos comuns.

Não vivo no luxo, embora não me falte nada, até porque tenho expectativas bastante modestas quando se trata de bens materiais, conforto e status.

Tenho problemas como todo mundo e tenho que trabalhar como todo mundo, e aceito cada aspecto da minha luta.

E com tudo isso, seja o bem ou o mal, perdas e ganhos, aceito a minha vida completamente, e não quero outra vida.

Eu quero diferente.

Quando me vem o sentimento: eu quero diferente, percebo logo a insatisfação tomando conta.

A insatisfação é um sintoma de que não estamos usufruindo a vida.

A vontade de que tudo seja diferente, imediatamente muda a nossa percepção para o modo de insatisfação.

Insatisfeito, fico impedido de aproveitar a vida neste exato momento.

A insatisfação permanente impulsiona a minha mente para outra condição, outro resultado, outra situação.