sabedoria Posts

65 anos

65 anos

Completei ontem 65 anos e sei que hoje estou mais perto dos setenta.

Passei o dia de ontem completamente absorto no meu envelhecimento, nas coisas que tenho praticado e experimentado nos últimos trinta anos.

Muitas coisas perderam completamente a importância, outras ganharam muito espaço no meu radar, e outras tantas foram relativizadas.

Idade e maturidade

Idade e maturidade

Envelhecer é um processo inevitável, mas a maturidade que deve nos acompanhar é essencial.

As duas decepções da vida é perceber que a velhice chegou muito cedo e a sabedoria muito tarde.

Trabalho, dentro de mim, todos os dias para que o discernimento esteja presente nesta fase da vida.

Estudos científicos mostram que a idade nos faz mais prudentes, mais tolerantes e mais felizes. Portanto, aquele que está envelhecendo e não está ganhando estes atributos, deve repensar o que está fazendo de errado.

Aproveite aquilo que tem enquanto busca aquilo que não tem

Aproveite aquilo que tem enquanto busca aquilo que não tem

Podemos passar pela vida correndo sem sequer aproveitar o que a vida nos oferece todo momento.
Na semana que vem fico um ano mais velho e posso deixar de me lembrar das duas decepções que devemos evitar incorrer – descobrir que a velhice chegou muito cedo e a sabedoria chegou muito tarde.

A conexão com seus ancestrais

A conexão com seus ancestrais

Não somos pessoas isoladas, criadas a partir da geração espontânea. Temos uma história e temos que nos conectar com os nossos ancestrais.

As lições passadas pelos nossos antepassados devem ser aproveitadas por toda a vida.

Aquilo que os nossos pais e avós nos ensinaram, são lições para a vida toda. Sempre que você der conta que está fazendo algo que aprendeu com eles, ou que um ensinamento valioso te vier à mente, experimente um sentimento de gratidão.

A sabedoria de ensinar.

Não há sabedoria sem ensinamento.

Como dizem, o maior sinal e evidência de sabedoria, é a capacidade de ensinar.

Se não estamos passando adiante aquilo que aprendemos e sabemos, é sinal de que não precisamos aprender mais nada.

Conserve o bom humor.

Especialmente com a idade, ficamos carrancudos, inflexíveis e chatos. Aprendi, no entanto, que a atitude bem humorada é um patrimônio valioso. É provável, que com a idade deixemos de ser úteis no sentido prático de prover e participar, mas podemos ainda ser indispensáveis para orientar, dar exemplo, ouvir e aconselhar.

Quando jovens, o bom humor faz com que sejamos queridos.