Preocupação Posts

A obsessiva preocupação com o amanhã.

Uma coisa que aprendi a duras custas é parar de me preocupar com as coisas que não vão acontecer.

Amanhã vai ser um bom dia.

Quando preocupamos com o futuro, arruinamos o presente, diz o ditado.

A preocupação não nos deixa mais preparados para enfrentar os problemas do futuro.

Diminua a preocupação.

Não deixe pequenas questões ocuparem muito espaço na sua mente.

Ficamos excessivamente preocupados com os problemas do amanhã. É possível que os problemas não venham, e se por acaso vierem, a preocupação não vai nos deixar melhor preparados para enfrentá-los.

Uma coisa é certa, a preocupação nos enfraquece para lidarmos com aquilo que vivemos hoje. Além disso, deixamos de usufruir a vida no hoje.

Se mantenha fortalecido para as empreitadas de hoje, e se empenhe nas coisas um dia de cada vez.

Se concentre naquilo que está fazendo agora.

Não deixe a mente se dispersar para as preocupações infundadas sobre o futuro.

O homem é um ser pensante e muitas vezes se vê prisioneiro do excessivo pensamento sobre os problemas, muitos deles completamente fora do seu controle.

O nosso organismo reclama e dá sinais de que estamos passando dos limites quando isso acontece:

-dor de cabeça;

-cansaço;

-Indigestão;

-Irritação e mau humor;

-intestino preso;

-desatenção;

-sono intranqüilo;

-vida sexual prejudicada, e tantas outras manifestações.

Fique atento e coloque algumas travas no circulo vicioso do diálogo interno sem fim.

Não passe o dia discutindo consigo mesmo.

Beco

Tire a energia das pequenas coisas.

Quando estamos esgotados, esperamos sempre encontrar uma fonte de energia enorme que nos recarregue as baterias de uma vez só.

Queremos umas férias, um alívio inesperado ou uma ajuda providencial.

Se prestarmos atenção, vamos encontrar no nosso cotidiano, uma enorme variedade de mini-fontes de energia das quais podemos, em pequenas doses, nos abastecer.

Pode ser um ato de bondade, uma gentileza, um ato generoso e cuidadoso.

Nos momentos de estresse, fechamos os nossos olhos para essas pequenas fontes.

Ao estarmos abertos e ao apreciarmos um ato de bondade, a energia contida no ato penetra a nossa mente e o nosso coração, proporcionando uma pequena recarga.

Preste atenção para esse fenômeno e vai sentir uma energia diferente chegando até você.

Outro dia fui à locadora de carros e enquanto aguardava na fila, presenciei algo parecido. Um senhor idoso estava alugando o carro. Ele tratou com tal gentileza e educação a atendente, que em retorno foi especialmente atenciosa e prestativa. O evento contagiou todos que estavam na fila de modo todos puderam usufruir um pouco da boa energia que foi gerada naquela interação.

Se estamos atentos, cada momento positivo, seja ele provocado por nós ou pelos outros, pode agregar mais energia ao nosso organismo esgotado.

Esse olhar positivo que lançamos sobre o mundo, funciona como uma tomada que podemos conectar à uma grande variedade de fontes de energia.

Pratique e será beneficiado pelas mínimas situações que podem se desenrolar no seu dia-a-dia.

Pode ser uma pergunta sincera e carinhosa: você está bem?

Pode ser uma observação do fundo do coração: fique bem.

Beco

Um dia de cada vez.

Mantenha o foco no seu crescimento pessoal, um dia de cada vez.

Temos todos nós um caminhão de coisas para fazer e resolver.

O mundo não é justo – ponto final.

A minha carga é pesada – ponto final.

Mas não preciso resolver tudo na vida agora.

Concentrar-se no dia que está vivendo te ajuda a reduzir as preocupações exageradas com o futuro.

Observe a natureza, as plantas e as flores.

Cada fase tem a época certa. Não se chega aos frutos sem as flores, e não dá para apressar, tudo vem na hora certa.

É como ler um livro – fazemos uma página de cada vez.

Se pularmos as páginas, a história começa a não fazer sentido.

Temos que nos concentrar na página que estamos lendo.

Na vida é assim também, temos que nos concentrar no estamos fazendo, um dia de cada vez.

O ontem já passou e o amanhã ainda não chegou.

Posso não saber tudo que virá amanhã, mas ele certamente virá, e é bom encarar o fluxo da vida com serenidade.

Sei que tenho que tirar um pouco a cabeça das preocupações do amanhã me permitindo viver o hoje com plenitude.

Muitos estão numa empreitada difícil como se livrar de alguma dependência química, abandonar o cigarro – nada melhor do que encarar a tarefa um dia de cada vez.

Outros têm que lidar com a mesma carga todo santo dia – uma doença crônica – uma incapacidade permanente – é confortante lidar com tudo isso um dia de cada vez.

Um passo bem dado, uma etapa concluído, dar o melhor de si, se orgulhar do que fez. Um dia de cada vez.

Baixar a inquietação, trazer a mente para o dia de hoje.

Agir com calma e coragem para enfrentar os problemas do hoje.

Fazer o que está ao seu alcance.

Traçar os objetivos mais ao seu alcance.

Seja feliz – um dia de cada vez.

Beco

Não aumente os seus problemas.

Dê a verdadeira dimensão aos seus problemas. Problemas pequenos são pequenos, e na maioria das vezes são pequenos.

Não dramatize. Não aumente o tamanho dos problemas. Deixe-os na proporção exata.

Localize-os no tempo. Não é razoável antecipar muito a preocupação com coisas que podem acontecer lá na frente. Muitas dessas coisas sequer acontecerão.

Não deixar os problemas aumentarem na nossa cabeça é uma questão de disciplina e atitude.

Ao contar os seus problemas para os outros, não amplifique, pois eles acabarão te parecendo maiores do que realmente são.

Não dê uma de mártir porque isso acaba aumentando o problema na sua cabeça.

Pense mais nas soluções e menos no problema e isso vai também minimizar a sua dimensão.

Converse com algum amigo que já resolveu um problema similar e vai ver que os caminhos da solução não são assim tão tortuosos.

Saia da caixa dos problemas. Se enfie na caixa das soluções.

Beco

Continue caminhando.

Carregamos na mochila uma porção de problemas que julgamos nossos.

Acreditamos que não há como livrarmo-nos deles.

No entanto é preciso caminhar.

A boa notícia, é que com o caminhar, nos tornamos mais fortes para carregar o que temos na mochila, e ficamos com a impressão de que a mochila ficou mais leve.

E mais, muitos dos problemas, que representam uma carga imensa no início da caminhada acabam sumindo da mochila como que por um milagre.

Como isso acontece?

Quando caminhamos com a passada forte, olhar altivo, auto-estima elevada, concluímos, ao longo da caminhada, que alguns problemas são na verdade virtuais e existem apenas na nossa imaginação.

Isso vale para limitações auto-impostas.

Vale também para preocupações infundadas quanto ao futuro.

Vale para amplificação de algo insignificante, mas que transformamos num cavalo de batalha.

Não reclame da sua mochila.

Segure firme e continue caminhando.

Beco

Pare de ruminar os seus problemas.

Pare de ruminar os seus problemas.

Importante pensar nos problemas e buscar soluções adequadas, mas ficar ruminando incessantemente os problemas nos torna infelizes e incapazes de viver as coisas boas que estão acontecendo conosco neste exato momento.

Sinta o frescor da brisa matutina, sinta o odor das flores, perceba o verde da vegetação.