planejamento Posts

Segunda-feira

Segunda-feira

Segunda-feira é um bom dia para começar qualquer coisa, e nós temos o costume de dar esse sentido de recomeço, proposição, determinação, projetos e sonhos. Mas do mesmo modo que decidimos, desistimos. Vic Johnson escreveu um livro 52 Mondays que nos ensina como parar de desistir e chegar até o fim nas nossas determinações.

Se você pudesse escolher, como seria o mundo em que gostaria de viver?

Se você pudesse escolher, como seria o mundo em que gostaria de viver?

Pense no mundo ideal, aquele que seria a sua melhor escolha de um lugar para viver.

Imagine os detalhes, as pessoas, as circunstâncias, as oportunidades.

Se você pudesse iniciar o dia, preenchendo com as coisas que gostaria que acontecesse.

Se o poder para decidir quais oportunidades cruzariam a sua vida estivesse contigo.

Se você tivesse o poder de influir para que as suas experiências se ajustassem às suas expectativas – quais seriam estas?

De fato, e de direito, você tem todo esse poder. A realidade se adapta em grande parte àquilo que desejamos, desde que a nossa atitude se alinhe aos sonhos e ambos às ações empreendidas, é o quem usam chamar de estreita ressonância.

Não estava nos planos

Não estava nos planos – é a imprevisibilidade nos atingindo. Não devemos nos exasperar quando as coisas fogem um pouco ao nosso planejamento.

Fique atento para novas oportunidades. A nossa vida se abre para novos horizontes todo tempo. Ajuste os seus planos e siga em frente.

Somos interrompidos por algum motivo qualquer. Os resultados inesperadamente deficientes, e pessoas que aparecem para ajudar ou atrapalhar. Não se estresse e deixe passar. No final, não vai fazer tanta diferença, e você vai se dar conta disso.

Como é que conseguimos sobreviver a tantas imprevisibilidades?

Prepare o seu caminho.

Tudo que você recebe têm um imenso valor, e você deve aproveitar esse valor para pavimentar o seu caminho, um dia de cada vez.

Viva com propósito, com gratidão, e se prepare de maneira boa para o futuro que está por vir.

Aproveite plenamente o seu dia como se estivesse pavimentando o espaço para o seu próximo passo.

O futuro se constrói exatamente agora, cada evento, cada experiência.

Podemos achar que o futuro se constrói com um grande planejamento de longo prazo, finamente detalhado.

Não quero que aconteça de novo.

Tanta coisa inesperada e desagradável acontece com a gente. Às vezes penso – não quero que aconteça novamente.

Temos que tomar algumas providências, e bloquear o encadeamento dos eventos para que o mal não se repita.

Pode ser um desconforto financeiro, desavenças familiares ou mesmo a perda de um emprego.

Muito embora não sejamos os donos completos das circunstâncias, e tanta coisa acontece à nossa revelia, podemos fazer alguma coisa. Temos condições de criar mecanismos para evitar que tudo volte a acontecer da mesma maneira.

Estabeleça metas de longo prazo na sua vida.

É como fazer uma viagem de carro.

Planejamos onde queremos chegar ao final da viagem, mas quando nos metemos na estrada, aproveitamos o caminho, a paisagem e a experiência.

Quando fazemos uma escalada, definimos o objetivo da escalada e aproveitamos cada momento e cada movimento.

É um dos paradoxos que devemos lidar – o curto prazo e o longo prazo.

Temos que ter objetivos na vida, mas devemos viver a vida, um dia de cada vez.

O objetivo de longo prazo é o sentido da vida, o motivo de se viver, ao passo que a concentração no momento presente é a vida plena e feliz a cada momento.

Sem um objetivo no final da jornada, a escalada perde o sentido – ninguém sai por aí escalando uma montanha sem saber onde chegar e sem planejar os estágios, as limitações e os recursos.

As metas de longo prazo mantém acesa a chama da busca pessoal, nos mantém atentos para o nosso crescimento.

Ao estabelecermos a meta, devemos nos despreocupar um pouco com o cume, mantendo-o como referência, mas devemos desfrutar da escalada como um todo.

A vida é o que transcorre enquanto corremos atrás dos nossos objetivos.

E a felicidade não acontece por acaso.

É preciso persistência, consciência e planejamento.

Os planos de longo prazo nos motivam – explicam as nossas ações.

Sem os planos, ou não nos movemos, ou nos movemos sem motivo, sem direção.

Os planos de longo prazo, normalmente implicam em reflexões sobre os seus valores e princípios, e isso recobra a sua consciência sobre a própria existência.

Quando pensamos no longo prazo, fazemos também uma retrospectiva de longo prazo – pensamos na vida como um todo – buscamos sentido.

Pensamos também nos relacionamentos duradouros.

Nas competências duradouras.

Muitas coisas que aprendemos, servem para o momento, para a tarefa, mas outras coisas servem para a vida toda.

Beco

Use bem o seu tempo.

Muita gente não se dá o trabalho de procurar atividades que possam melhorar o seu bem estar e o seu nível de felicidade.

Voltar do trabalho, tomar um uísque assistindo a televisão pode ser relaxante, mas pouco contribui para o seu nível de bem estar. Use o seu tempo para praticar coisas que lhe tragam realmente satisfação. Pode ser ouvir ou tocar música, ler algo que realmente gosta, estar com pessoas e familiares que contribuam para o seu patrimônio social.

Faça um controle do seu tempo de maneira organizada. Quando a falta de tempo é uma constante, a desorganização na agenda diária ocorre todo momento – é uma sucessão de falhas.

É necessário planejar os eventos e controlar os eventos. Um evento mal planejado replica nos eventos sucessivos.

Tentar encaixar um montão de coisas para fazer numa única manhã de sábado pode ser uma receita para o estresse, desentendimentos, acidentes de trânsito, ferimentos.

Você acaba se comportando como um marionete neurótico ao sabor dos eventos.

O tempo é uma viável inelástica. Planeje fazer o que está no seu limite de tempo.

Tudo que fazemos gasta tempo e agrega valor. Será que você não está desequilibrando essa equação?

Será que você não está gastando muito tempo em picuinhas, deixando pouco tempo para resolver coisas sérias, ou mesmo fazer coisas prazerosas?

Alguns eventos têm tempo determinado, ou mesmo estão no seu controle – o culto religioso normalmente termina dentro do limite de tempo – quando é uma festa de aniversário, você pode sair mais cedo da festa.

Por outro lado, tem uma infinidade de eventos com duração um pouco imprevisível. Tenha em conta isso quando planejar o seu dia.

Vá devagar.

Deixe o celular quieto num canto.

Corte algumas coisas da agenda. Cancele. Libere. Deixe passar.

Pare de fazer coisas que não agregam valor à sua vida e não te trazem felicidade.

Beco