Perdão Posts

O primeiro passo para aprender a perdoar

O primeiro passo para aprender a perdoar

Temos que aprender a perdoar para nosso próprio bem.

Carregamos uma carga inútil que nos sufoca, os ressentimentos relacionados com os atos imperdoáveis que outros nos infligiram. Isso nos incomoda e nos aflige e não sabemos como nos livrar desse peso insuportável.

O antídoto para tal aflição é certamente o perdão, mas como perdoar as pessoas imperdoáveis?

O primeiro passo é perdoar uma pessoa em particular por um ato em particular.

Pode parecer pouco, mas assim estamos desenvolvendo o músculo do perdão.

Perdoe os outros e faça um bem a si mesma

Faça um favor a si mesma – comece por perdoar as pessoas, uma de cada vez.

Perdoe as pessoas, não com o espírito poderoso, olhando de cima para baixo, mas olhando de igual para igual. Perdoe sem ressentimentos. Perdoe pra nunca mais se lembrar disso. Lembre-se que você não é perfeita, e vai cometer suas asneiras também, e vai gostar que te perdoem, sem ressentimentos.

Trabalhe o ressentimento e a dor que te foi imposta.

Isso não quer dizer que você vai aceitar o que te foi imposta como uma coisa boa, uma coisa correta.

12 reflexões poderosas para te ajudar a perdoar

12 reflexões poderosas para te ajudar a perdoar

O ato de perdoar pode parecer difícil, e por isso, repasso a vocês 12 reflexões que Luminita apresentou no Purpose Fairy e que avalio como uma ajuda poderosa para te ajudar a passar pelo aprendizado do perdão. Deixe ir toda toxicidade, raiva e ressentimentos que podem estar envenenando sua mente, corpo e alma, e se deixe inundar pelo amor.

Pensamentos vingativos

Pensamentos vingativos

Tire os pensamentos vingativos da cabeça, pois são toxinas que contaminam tudo que encontra pela frente.

Quando estamos insuportavelmente contrariados, ficamos pensando em mil maneiras de se vingar, fazer alguma maldade para a outra pessoa.

A verdade é que enquanto não tomamos nenhuma providência, e isso ocorre na maioria das vezes, ficamos com os pensamentos negativos martelando na nossa cabeça, provocando um estrago enorme na nossa saúde.

Toda vez que você se lembra do evento que te magoou, o pensamento circular e negativo retoma do ponto anterior, num rosário interminável de rancor e ressentimento.

Ouse se perdoar.

Tenha a coragem de se perdoar. Reconheça as coisas ruins que fez no passado, não coloque para debaixo do tapete nem tente atribuir irrelevância.

Encare com honestidade, mas, sobretudo, ouse se perdoar.

Quando conseguimos levantar a autoestima é sinal de que encontramos dentro de si mesmo, algumas coisas que nos puxam para cima. E quando não encaramos de frente algumas coisas que fizemos no passado e que nos incomodam, isso fica nos derrubando, mesmo quando tudo anda bem.

Quando nos perdoamos, é porque fizemos as pazes com aquelas coisinhas dentro de si que nos puxam para baixo.

Impossível perdoar.

As vezes pensamos ser impossível perdoar. Há pessoas difíceis, e podemos até pensar, impossíveis de se perdoar.

Como perdoar alguém que nos causou mal, e deseja que o nosso mal se agrave?

Como perdoar alguém que não dá a mínima se perdoamos ou não?

Como perdoar alguém que nutre por nós um profundo desprezo, mesmo depois de nos causar algum mal?

Nunca se arrepender.

Uma maneira certa para ficar estagnado e não fazer mais nada da vida, é acordar de manhã, olhar para o passado e se arrepender. Temos que abandonar esse procedimento negativo e totalmente improdutivo.

É certo que temos que carregar um pouquinho de arrependimento, o suficiente para não cometer as mesmas asneiras repetidamente, mas muito arrependimento é um caminho para não fazer mais nada.

Olhe para frente, considere o que é importante fazer hoje e saia fazendo. Parta para ação.