pense nos outros Posts

Menos em você, mas não menos de você.

Já comentei outro dia que humildade não é humilhação.

Pense menos em você, mas nunca menos de você. Seja humilde e coloque os outros em destaque, cuide dos outros, mas sem se descuidar de você mesmo. Não pense menos de você, não se diminua, não se desvalorize, não se coloque por baixo.

É bastante possível exercitar a humildade com nobreza, com compaixão, com misericórdia, sem ser arrogante, ou mesmo se desmerecendo.

Quando olhamos mais pelos outros, exercitamos a generosidade, a afeição, a compaixão, e tudo isso nos coloca para cima, são virtudes que nos nutrem, nos tornam mais fortes, melhores pessoas.

Mais compaixão – menos egoísmo.

Mais compaixão é essencial, mas uma difícil tarefa de exercitar. Exige prática, determinação, e paciência consigo mesmo.

Temos uma barreira enorme de demonstrar ou mesmo sentir a compaixão. Especialmente quando estamos irritados com a outra pessoa, decepcionados, ou prontos para nos portarmos de maneira beligerante.

Leo Babauta recomenda que focalizemos os nossos pensamentos egoístas, pois são eles que se colocam no caminho e impedem que evoluamos nessa direção.

Ações impulsivas.

Tenho que me controlar para não perder o controle.

As ações impulsivas, sob o calor das emoções podem levar a arrependimentos posteriores.

É preciso ter calma e pensar várias vezes antes de agir.

Para certas coisas é melhor não pensar e agir rapidamente, isso vale para as decisões de fazer ginástica, lavar o carro e fazer dieta.

Mas a vida é repleta de decisões carregadas de componentes emocionais, e não raro conflitantes.