ouça com atenção Posts

Ouvir é um ato de amor

Ouvir é um ato de amor

Não prestamos mais atenção às pessoas, e muito menos ao que elas têm a dizer.

Estamos conversando com os outros, mas prestamos atenção apenas naquilo que dizemos – mais parece um monólogo.

Quando estamos com os outros, devemos estar presentes de verdade, e ouvir atentamente o que os outros têm a dizer, é um ato de amor, de generosidade.

Esteja presente

A maior consideração que podemos dedicar à outra pessoa é estar presente quando estamos com ela.

Parece uma conversa sem nexo, mas não raro estamos na presença de outra pessoa e não dedicamos atenção ao que ela fala, nem interesse nem respeito pela sua presença. Como escreveu o filósofo Martin Buber: “apesar de todas as similaridades, cada situação que vivemos é única. É como um bebê recém nascido,uma nova face, diferente de todos que já vieram e que estão por vir. A circunstância pede sua reação, e que não pode ser preparada com antecedência, não pede nada do seu passado, pede apenas sua presença, sua responsabilidade, pede você”.

Ouvir com humildade.

Para ouvir a palavra certa, devemos ouvir com humildade.

Temos o hábito de abrir os ouvidos apenas para as pessoas do nosso nível social ou educacional.

Quando ouvimos pessoas de outros meios, simplesmente fechamos os ouvidos, fazemos de conta que estamos prestando atenção.

Ouvir com preconceito, com uma ideia preconcebida sobre o tema ou sobre a pessoa é um desperdício para quem ganhou dois ouvidos.

Feliz em ouvir plenamente.

Alguns dizem que é uma benção estar vivo.

Outros dizem que é uma benção poder ouvir.

Digo que é uma benção ter a capacidade de ouvir plenamente.

Isso não quer dizer ouvir fisicamente – não ser surdo.

Muita gente que não é surda não tem sequer a capacidade de ouvir.