não seja derrotista Posts

Mudando atitudes derrotistas.

Quando assumimos uma postura derrotista, já estamos entrando na partida para perder. A vida já nos derrotou.

Mas somos inteligentes e temos todos, a capacidade de mudar várias dessas atitudes derrotistas.

Escreveu Sam Russell sobre quatro dessas atitudes que se colocam no nosso caminho e são obstáculos à felicidade.

Vencendo a atitude derrotista.

Seja mais otimista, e como diz Martin Seligman, isso pode ser aprendido.

O pessimismo pode denotar um certo excesso de zelo, de cautela, mas o derrotismo é um imobilismo.

Não vai dar certo.

Não vou conseguir.

Vai chover.

Vai quebrar.

Vai falir.

Tem jeito de amenizar tanto pensamento negativo.

Os três pontos apontados por Seligman sobre o pessimismo,valem também para lidar com o derrotismo.

-não se culpe por tudo que dá de errado.

-não deixe que algo errado num campo da vida contamine outros – algo no campo pessoal contaminando o campo profissional e assim por diante.

-não assuma que algo que não está bem pode perdurar para sempre.

Se dê crédito por coisas boas que acontecem na sua vida – você fez por merecer, você foi capaz, você deu duro, você contribuiu.

Você terá muitas oportunidades futuras de melhorar, de aprender e de obter melhores resultados.

Examine honestamente os acontecimentos e perceba que nem tudo está perdido, e que por muito pouco quase deu certo e portanto, na próxima vez dará certo.

Tenha em mente que um resultado negativo é um aprendizado importante para futuros resultados positivos, e mais, quanto mais você pratica, melhor fica e maior é a chance de sucesso.

Importante: é importate ter a disposição para examinar não só os resultados mas os seus pensamentos sobre os resultados.

Examine se você está usando inadequamente as palavras absolutas, nunca e sempre.

Eu nunca vou conseguir fazer isto.

Isto sempre acontece comigo.

Sempre que utilizar estas duas palavras, pense um pouco se não está exagerando – evite fazer isso.

Examine as probabilidades de algo acontecer. Não imagine a catástrofe logo de cara. É claro que a catástrofe é possível, mas é provável?

Racionalize o problema, mas não pinte com cores negras tudo que você vê pela frente.

Verifique se é possível enxergar o problema de outra maneira, de outro ângulo, peça ajuda a alguém para pensar junto, compartilhar percepções.

Não fique refém dos seus pensamentos negativos – traga pensamentos positivos para competir com os negativos.

Toda vez que um pensamento negativo chegar, engate um pensamento positivo em seguida.

Falhei no exame – vou estudar mais, aprender mais e tirar uma nota boa.

Rompi o meu relacionamento amoroso – vou encontrar outra pessoa boa.

Perdi o emprego – vou procurar e conseguir outro melhor.

As nuvens sobre os pensamentos vão se dissipar, e você vai ver o horizonte um pouco mais claro.

Beco