não interfira no crescimento dos outros Posts

Não interfira no crescimento de outras pessoas.

Temos um desejo de interferir no crescimento das outras pessoas.

Isso tem relação com o medo que temos que as outras pessoas queridas sofram aquilo que sei que sofrerão.

Nós já estivemos ali naquela situação.

É o desejo de evitar a dor de outra pessoa.

Mas, como bem disse Mark Twain: o garoto pega no rabo do gato e aprende uma lição que não aprenderia de outra maneira.

Se amamos a outra pessoa, devemos deixá-la aprender, ao tempo que nos colocamos à disposição para ajudar quando for preciso.

Devemos praticar o afastamento amoroso, deixando que ela possa experimentar e aprender, ainda que seja com alguma dor.

Ter uma atitude compassiva e oferecer ajuda é uma coisa, mas assumir o que é dos outros, se intrometendo na vida dos outros é outra coisa.

Acabamos prejudicando os outros e nos prejudicando com tanta coisa por fazer, e esquecendo o principal, a nossa própria jornada.

Quando percebemos que um ente querido não está sabendo o que fazer, perdido nas suas decisões, a melhor coisa a fazer, e deixá-lo ciente que você está ali.

Devemos parar de julgar os outros e aceitar que as pessoas fazem as coisas ao seu jeito.

Devemos examinar a nossa prepotência que não dá espaço para aceitar coisas diferentes, e ações conduzidas diferentemente.

Você pode, no entanto, ajudá-los a enxergar alguns modelos a seguir.

Você pode ajudá-los a enxergar o alcance de suas decisões e os desdobramentos.

Quando estamos tão certos de si, não percebemos que as pessoas estão fazendo o melhor que podem.

Deixe as pessoas serem. Deixem as pessoas sofrerem as conseqüências dos seus atos.

O caminho deles não é o nosso caminho.

Beco