não force a barra Posts

Gostaria de gostar.

Não faz sentido querer gostar do que não gosta, simplesmente porque é moda, ou porque os outros gostam.

Quando relaxamos com relação a essa obrigação, damos espaço para apreciar o que já gostamos.

Gretchen Rubin, nos ensina o que ela chama de um dos segredos da vida adulta.

Diz ela: “você pode escolher o que fazer, mas não pode escolher o que gosta de fazer”.

A conclusão interessante que ela tirou das suas reflexões é que ao aceitar o que gosta e o que não gosta, descartou muita coisa que ela imaginava que poderia vir a gostar, e aí bateu uma tristeza, pois desnudou uma porção de limitações próprias.

Se enumerarmos o mundo de coisas de que não gostamos, ficamos assustados.

Por outro lado, se enumerarmos o mundo de coisas de que gostamos, ficamos maravilhados.

Pra que gastar energia tentando mudar algo que é nosso próprio modo de ser, enquanto temos um montão de coisas na vida para apreciar.

É o primeiro mandamento de Gretchen Rubin: seja você mesma.

Não force a barra desnecessariamente.

Se não gosta de música clássica, mas gosta de jazz – aprecie, e não force a sua natureza.

Se gosta de pizza e feijoada e não gosta de peixe cru – vá na sua preferência.

A vida é uma abundância, e o mundo moderno é repleto de opções, até demais.

Escreveu Ilana Donna Arazie para o Huffington Post, que é preciso coragem, honestidade e desejo para ser você mesma.

Ser autêntica e viver uma vida autêntica, é parar de colocar as necessidades dos outros na frente das suas, e parar de comprometer os seus sonhos para satisfazer os outros.

Ser você mesma não significa abandonar o seu crescimento pessoal e o projeto de ser uma pessoa melhor.

Precisamos crescer e desenvolver.

Seria um absurdo apontar para uma garota de 13 anos e dizer, seja você mesma e achar que ela vai ficar sempre assim, adolescente.

A vida é um aprimoramento contínuo – queremos ser uma pessoa melhor a cada dia.

A aceitação é fundamental também para essa situação.

Ao aceitar como sou, o que gosto e o que não gosto, estou mais próximo de aceitar as outras pessoas e suas preferências.

Beco