não fale mal dos outros Posts

Não alimente as fofocas

Não alimente as fofocas

Não coloque pilha nas fofocas, fique longe delas, não se envolva e não se identifique com elas.

Não crie fofocas. A grande maioria das fofocas tem a ver com coisas erradas que outras pessoas fizeram, ou algo de errado que aconteceu com outras pessoas. Não alimente o seu espírito com a desgraça alheia.

O que eu ganho com isso?

Disseminando as fofocas estamos nos alimentando do nosso próprio veneno.

Uma história positiva para contar.

Ao visitar alguém, tenha sempre engatilhada uma história positiva para contar. Leve alegria, procure contagiar as pessoas, e peça também por boas notícias.

Você vai ficar com a mente calibrada para fixar o positivo.

Se a outra pessoa engatar num rosário de coisas ruins, fofocas da vida alheia, use algum artifício para derivar para boas notícias. Percorra histórias positivas, sejam de pessoas conhecidas quanto desconhecidas.

Há sempre alguém do seu conhecimento que fez alguma coisa interessante, conseguiu realizar um sonho, e vale a pena contar essa história.

Deseje ser uma pessoa melhor.

Queremos nos tornar uma pessoa melhor.

Isso leva tempo, honestidade, determinação e um profundo auto-conhecimento.

Mas o simples desejo de melhorar já é alguma coisa, e temos que cuidar bem desse desejo para que ele se desdobre, no futuro, em ações concretas.

Os pensamentos antecedem as ações, e é ali, na nossa mente e no coração, que tudo tem seu começo.

Se morder a língua morre envenenado.

Porque temos que ter tanto pensamento ácido na ponta da língua. Assim vamos morrer envenenados se mordermos a própria língua.

Alguns escritos religiosos comentam que o golpe da língua quebra os ossos, de tão forte que é.

Para o nosso próprio bem, temos que moderar bastante aquilo que falamos de outras pessoas. Especialmente aquilo que falamos pelas costas.

Não fale mal dos outros.

O que ganho com isso?

Com as fofocas, estamos nos alimentando do nosso próprio veneno.

Ficar desqualificando os outros não te qualifica a nada, aliás, vai denegrir a sua própria imagem.

Isso é uma completa perda de tempo.

Quanto mais falamos mal das pessoas, menos gostamos delas.