não deixe o medo te dominar Posts

Não resista ao medo

Não resista ao medo. O que resiste persiste, e assim funciona também com o medo.

Quando nos preocupamos muito com o medo que nos domina, aumenta mais a capacidade dele nos imobilizar.

Aceite o medo com serenidade, como parte de você mesmo, e deixe ele ir embora. Não faça tanta resistência pois a sua mente acaba segurando e agarrando o medo com tanta força que não permite que ele se vá.

Não coloque tanta atenção e energia no medo, pois a nossa mente segura exatamente aquilo que queremos abandonar.

O medo faz parte de você

O medo faz parte da nossa natureza. Reconheça o medo, olhe para ele corajosamente.

Coragem não é ausência de medo, mas sim a capacidade de agir a despeito do medo.

Aprenda a lidar com o medo, impedindo que ele te paralise, te impeça de decidir e agir.

Quando olhamos para o medo de frente, crescemos diante dele, e ele adquire a devida proporção.

A medrosa dentro de si.

Olhe bem para a medrosa dentro de si. A coragem não é ausência de medo, mas a capacidade de agir a despeito do medo, já comentei várias vezes.

Olhe para a pessoa medrosa dentro de si e trate de encorajá-la para sair em movimento.

Não se perca no meio dos problemas, não deixe que eles te intimidem, e encare-os corajosamente.

Procure uma paz mental menos refém dos pensamentos negativos e derrotistas. Afinal, nem tudo está errado.

Há momentos que nos defrontamos com tantos insucessos, tantas iniciativas acabam travadas e nós mesmos nos sentimos imobilizados, desencorajados.

Não preciso ter medo.

Quando criança me amedrontava.

Diziam os adultos – não precisa ter medo. Nada vai acontecer.

Eu tinha que acreditar, e me sentia seguro quando eles me pegavam no colo e me ofereciam proteção.

Cresci, me tornei um adulto mais corajoso e aprendi a não ter medo de muita coisa. O bicho papão não me pega mais, nem a mula sem cabeça.

Na grande maioria das situações práticas do cotidiano eu tiro de letra essa questão do medo, mas há situações que o medo chega com força.

A lista dos meus medos.

Vivemos com muitos medos.

Fazer uma lista sempre ajuda, e nesse caso, acredito que seja realmente positivo.

Quando escrevemos sobre os nossos medos, somos instados a refletir sobre eles, reconhecer, caracterizar.

Depois de tudo isso, podemos dar o passo seguinte que é aceita-los, e assim poder encará-los de frente.

Sentir medo é natural, o que não queremos é que eles nos paralisem.

Sinta o medo e siga adiante.

Coragem não é ausência de medo e sim disposição para agir a despeito do medo, como nos ensinou a Dra.Susan Jeffers.

O medo faz parte do pacote da vida, e quem hoje demonstra e exercita a coragem sabe muito bem o que é isso.

Enfrentar o medo é bem melhor que viver assustado, amedrontado e imobilizado.

Há muitas coisas na vida que simplesmente temos que aceitar e seguir adiante.