não aumente as coisas Posts

O exagero desnecessário.

É muito fácil fazer tempestade em copo d’água.

Tudo acontece de repente, o sangue sobe à cabeça e já imaginamos um mundo de coisa errada.

Todos são culpados, o mundo está de pernas para o ar, e eu estou me afogando aqui.

Devemos evitar essa onda de pensamentos negativos.

Temos que ter a capacidade de jogar água fria na fervura.

Já comentei isso na postagem anterior – não faça tempestades em copo d’água.

http://projetosejafeliz.wordpress.com/2011/03/15/nao-faca-tempestade-em-copo-d%e2%80%99agua/

Quando exageramos, acabamos distorcendo a leitura da situação. Estamos falando de algo que não está acontecendo.

Estamos levantando hipóteses distorcidas sobre um futuro que não vai acontecer.

Quando aumentamos um fato, no ímpeto de dar-lhe mais importância, estamos na verdade fazendo o contrário. Estamos reduzindo a sua importância. Estamos tornando uma verdade uma mentira.

É uma questão de prática.

Algumas pessoas estão tão acostumadas a inflar as coisas que têm que praticar contar a verdade sem mentir.

Temos que encontrar o equilíbrio entre dar ênfase a algum fato e exagerar.

Você deve conhecer alguém que costuma exagerar tanto nas coisas que conta, que temos sempre que dar um desconto.

As pessoas acabam desacreditadas. Não queremos ser um produto barato, alvo de desconto.

Queremos ser uma pessoa valiosa, que vale o que diz, e pra isso é preciso construir uma reputação.

Temos que evitar o exagero contumaz.

Muitas vezes exageramos na explicação sobre nossas escolhas, e é bem verdade que estamos mentindo para nós mesmos.

É porque não confiamos no nosso discernimento, nas nossas escolhas, e temos que mentir sobre isso.

É de novo a auto-estima baixa. Isso requer um exame de si próprio.

Levantar a cabeça é preciso.

Beco