lute contra as adversidades Posts

6 atitudes para tomar quando o barco está afundando

6 atitudes para tomar quando o barco está afundando

Os problemas podem nos bombardear de tal maneira que em algum momento sentimos que o barco está afundando e que não vamos nos salvar.

Às vezes, parece que as bóias sumiram, as águas traiçoeiras nos puxam para baixo. A vida é assim.

Como sobreviver?

Vou transcrever aqui uma postagem de Christopher Foster publicada no Goodlifezen, com o título: como a catástrofe pode abrir as portas para uma nova vida.

Foster se sentiu afundando aos 63 anos, quando sua esposa faleceu às vésperas de comemorar 25 anos de casado. Ele decidiu abandonar a comunidade espiritual que frequentou por 36 anos.

Uma reserva de coragem.

É preciso uma reserva de coragem. Há momentos que o chão parece nos faltar, o tempo à nossa frente se arma em tempestade, e parece que vamos ser devorados vivos.

Nada disso vai acontecer, e é bom você acionar a sua reserva de coragem, pois a jornada pode ser longa, e os problemas podem demorar um pouco a se resolver.

Hoje, acabo de ler um livro de Pema Chodron, intitulado Taken The Leap, e na sua parte final, ela escreve e eu vou transcrever: deep down in the human spirit there is a reservoir of courage – it is always available, always waiting to be discovered. Bem lá no fundo do espírito humano há uma reserva de coragem – está sempre disponível, esperando para ser descoberto.

Uma corrida com barreiras.

A vida mais se parece com uma longa maratona, só que com obstáculos.

Vamos correndo e às vezes caminhando, mas sabemos que a jornada é longa.

Muitas vezes estamos no piloto automático e sequer percebemos que as barreiras estão ali.

Inevitavelmente somos pegos de surpresa, tropeçamos, caímos e machucamos feio.

O primeiro conteúdo que escrevi quando iniciei o blog foram os dez obstáculos.