lide com o medo Posts

Coragem não é ausência de medo e sim a capacidade de agir a despeito do medo

Coragem não é ausência de medo e sim a capacidade de agir a despeito do medo

Temos muito medo, e isso é característica ancestral, gravada no nosso DNA, mas temos que aprender a lidar com isso de maneira mais adequada. Muito medo pode nos paralisar.

Quando criança, usamos ter medo de muita coisa, o escuro, o barulho, os movimentos bruscos, as vozes alteradas.

Com o tempo, com a ajuda dos adultos e educadores, aprendemos que o mundo não é assim tão perigoso. Aprendemos que podemos conviver com o perigo e com as ameaças. Sabemos hoje que temos as ferramentas, físicas e psicológicas, para lidar com elas.

Dê um jeito no medo.

Encare de frente tudo que te amedronta. Dê um jeito nesse medo, e não se deixe dominar.

Imagine que vai se livrar desse medo e pinte um quadro de como seria sem esse medo.

Aprecie esse quadro, e vá na direção dele.

Aprenda a identificar a situação de medo, e justamente na hora que identificar o medo, traga para a sua mente, deliberadamente, imagens positivas associadas ao assunto que está te amedrontando.

Um coração menos petrificado.

Por mais que a circunstância seja dolorosa, não devemos deixar o coração petrificado.

Há muitos momentos da nossa vida que queremos colo, queremos amparo.

Nos momentos mais doloridos, queremos um abraço no coração, mas ele normalmente está lá dentro, guardado, inacessível.

Temos que dar acesso ao nosso coração, e permitir que ele fique menos embrutecido, e evitar que ele seja petrificado.

Para sentir o sabor da vida, precisamos que o nosso coração esteja aquecido, disponível ao abraço das pessoas.

O medo de não ter o suficiente.

Às vezes temos medo de não ter dinheiro suficiente para mandar os filhos para a universidade, para bancar uma cirurgia complicada, para enfrentar crises financeiras e tantas outras questões de dinheiro.

Mas não é só isso que nos traz medo. Temos medo também de não ter paciência para lidar com os filhos quando eles atingirem a adolescência, não ter coragem para lidar com perdas familiares ou energia para lidar com crises conjugais.

O medo na nossa cabeça.

O medo é bom?

O medo é ruim?

O medo é do futuro, e o futuro está na nossa cabeça.

O medo está na nossa cabeça porque tememos o erro, o desastre, o fracasso.