jornada pessoal Posts

Milésima.

Esta é a milésima postagem consecutiva e diária, um dia de cada vez.

Nunca imaginei que chegaria a escrever tanto.

Já comentei que o projeto inicial era escrever 365 mensagens postadas diariamente por um ano inteiro. Quando o ano terminou, decidi prosseguir e é o que tenho feito desde então.

Ainda me lembro de tudo que já escrevi e costumo mencionar postagens anteriores e ideias revisadas.

Perceba a melhoria em você.

Às vezes ficamos insatisfeitos com o nosso próprio aprendizado. Será que estamos evoluindo? Será que somos uma pessoa melhor do que fomos no passado?

Certamente as melhorias ocorreram, e você é uma pessoa melhor. A maturidade, o discernimento, a compreensão, além da generosidade e do cuidado com as pessoas, tudo isso sofreu uma transformação.

As pessoas que se casaram, tiveram filhos, perderam os pais ou mesmo passaram por transformações profissionais, tiveram a chance de despertar para algo novo, uma pessoa fortalecida.

Conhecer, admitir e corrigir.

É o que devo fazer com os meus defeitos.

Conhecer ou reconhecer é o primeiro passo.

Admitir que é você o único responsável pelos seus defeitos é o segundo passo, e o mais importante, pois isso abre as portas para o aprimoramento.

Corrigir é a última etapa, tirar lição de cada coisa, de cada situação.

Parece um roteiro elementar, mas muito difícil de aplicar em vários casos.

Me sinto melhor agora.

Já tive meus momentos de profunda tristeza.

A dor e o sofrimento pareciam maiores que a minha frágil capacidade de reagir.

Se as coisas não indicavam me levar para o abismo, também não conseguia enxergar a luz no fim do túnel.

Mas as coisas mudaram.

Não me sinto abandonado, nem pelos amigos, nem pelos familiares e especialmente por Deus.

Aprendi muitas coisas:

-a buscar a serenidade;

-a enxergar as situações na sua real dimensão e a viver intensamente o momento presente;

-hoje sei que sou resiliente e posso me recobrar dos reveses da vida;

-percebo hoje a beleza da vida, da natureza e a abundância das experiências, por menor que seja.

Tudo que escreve no blog tem a ver com as constatações que viraram verdade para mim e que se transformaram nas ferramentas para o meu crescimento pessoal.

Não quero mais ser perfeito.

Não tenho expectativas fantásticas para o meu futuro, embora não tenha perdido a fé no futuro.

Aprendi a ter sempre ao alcance a oração da serenidade.

Sei que a água no fundo do lago é sempre calma, e aprendi a buscar a serenidade no meu eu interior.

Sei que não preciso chegar ao fundo do poço para me recobrar. Posso recobrar as energias e a serenidade sempre que quiser, sempre que me lembrar – não estou só – tenho uma Força Superior comigo, sempre, em qualquer lugar.

Posso ainda, em situações de dificuldades, olhar as circunstâncias com um olhar mais positivo, procurando me livrar dos pensamentos negativos.

Percebo o valor em mim mesmo.

Percebo o quanto cresci.

Enxergo a jornada, o caminho, longo e gratificante.

Beco