individualidade Posts

Goste de si mesmo e cuide bem da pessoa mais importante do mundo

Goste de si mesmo e cuide bem da pessoa mais importante do mundo

Você sabe quem é a pessoa mais importante do mundo?
Sim – é você mesmo.
Sinta-se bem consigo mesmo. Goste de você.
Compre uma roupa nova e bonita – recomendação válida também para os homens.

Procure no seu guarda roupas algo que você goste muito e use. Não saia de casa vestido de qualquer jeito.
Quando estamos com a estima baixa, temos uma tendência a nos vestir com as piores roupas, o que nos traz mais para baixo.

Um balanço da vida

Um balanço da vida

Faça um balanço honesto de sua vida, e verifique se está caminhando na direção que te leve para onde quer chegar.

Quando viajamos utilizando vários modais, avião, trem e metrô na mesma viagem, passando por várias cidades e países, aprendemos lições valiosas sobre a praticidade.

Programar para fazer muitas paradas não é nem prático nem divertido – a viagem acaba se tornando cansativa.

Carregar muita coisa e comprar muita coisa acaba tornando a viagem um tormento maior a cada percurso. A movimentação é dificultada, as malas são pequenas, os espaços insuficientes e mais do que tudo. Não aguentamos carregar tanta coisa inútil.

Assim é a vida – fazemos coisas sem importância e também carregamos coisas que deveríamos deixar de lado. Temos que pensar nisso quando fazemos um balanço da vida.

A sua voz interior

A sua voz interior

Cuide com carinho da opinião que você tem sobre os assuntos que afetam a sua vida. Preserve a sua voz e a sua posição.

Tenha opinião, ouça a sua voz, não deixe as vozes dos outros abafarem as suas convicções.

Não digo que você tenha que ser teimoso e inflexível – sei que podemos e devemos aprender com a experiência dos outros.

As expectativas dos outros a seu respeito são ingredientes adicionais para a sua jornada. As suas expectativas de si próprio são essenciais.

Não rotule as pessoas

Não rotule as pessoas

Não saia rotulando as pessoas, como se fossem produtos de prateleira, itens de consumo, descartáveis, desnecessários.

Fulano é mesquinho, cicrano é interesseiro. Pare de rotular as pessoas, e não coloque rótulos em si mesmo.

Sempre que colocamos rótulos nos outros, estamos praticando um  julgamento, na maioria das vezes, preconceituoso.

Quando o fazemos em nós mesmos, estamos criando limitações nas quais acabamos acreditando.

Carregue a luz por onde caminhar

Carregue a luz por onde caminhar

Não caminhe no escuro e carregue sempre consigo essa luz que te ilumina.

A luz que temos dentro de si, o nosso lado humano, é como uma vela que carregamos ao caminhar em um ambiente totalmente escuro, e sabemos que a vida pode nos colocar em situações obscuras e estranhas.

Ao seu alcance

Procure fazer o que está ao seu alcance. Não queira mudar o mundo naquilo que está fora do seu alcance. Isso não quer dizer recusar desafios, ou fugir das dificuldades. O fato é que nos estressamos em demasia querendo mudar o que não é possível para nós, pobres mortais.

De vez em quando nos metemos a fazer o que não nos cabe, por exemplo, querer mudar as outras pessoas, perturbar a individualidade e o espaço dos outros.

No entanto, um mundo de coisas está na nossa responsabilidade, especialmente falando de nós mesmos, melhorar a pessoa que somos, ajudar mais os outros e cuidar da própria felicidade.

A valiosa liberdade

Preserve a valiosa liberdade. A liberdade que usufruímos hoje é muito valiosa, e podemos fazer quase tudo na nossa vida. As nossas escolhas são variadas, a discricionariedade é enorme e tudo isso é razão para nos afastarmos da escravidão, seja do consumo, dos costumes e hábitos nocivos que outros podem tentar nos impor.

A sociedade de consumo é muito forte, e a propaganda lança mão de recursos científicos sofisticados para nos enganar e nos empurrar para coisas que sequer pedimos, e pior, detestamos.

A nossa liberdade foi conquistada, é um valor sem tamanho, e temos que preservar a todo custo.

Uma das receitas é manter a vida simples, sem tanto apelo consumista, adiar um pouco qualquer compra até que a vontade passe.