foco no seu crescimento Posts

Você não ganha nada criticando os outros.

Evite esse hábito ruim de ficar julgando e criticando os outros.

Não ganhamos nada em criticar e apontar para os erros e feridas dos outros.

Detestamos quando as pessoas nos criticam gratuitamente – temos que evitar fazer o mesmo com os outros.

É também um tempo perdido, pois focando a nossa atenção nos defeitos dos outros, deixamos de olhar para nós mesmos e desperdiçamos a energia que poderíamos investir em nos tornarmos pessoas melhores.

Não queira ser melhor que o outro.

Evite as comparações e procure realizar os seus projetos por você mesmo.

Realize aquilo que está no seu coração, e não na ambição e projetos de outrem.

Evite ser comandado pela inveja e comparações indesejáveis.

Temos sim, uma tendência a olhar o gramado do vizinho e acha-lo mais verde.

Diz Leo Babauta que uma das razões para não estarmos satisfeitos consigo próprio, é a comparação que fazemos com os outros.

Não complique a felicidade.

Simplesmente não complique a felicidade.

Fazemos tanta complicação daquilo que chamamos de felicidade, não sei se é falta de compreensão, os apelos do materialismos ou mesmo influência negativa.

Criamos tantas condições e limitações que acabamos infelizes. Complicamos aquilo que pode ser tão simples.

Tanta gente descobre que poderia ser feliz no final da vida, ás vezes no leito de morte.

Porque não podemos descobrir isso enquanto estamos com toda a energia para usufruir?

Coloque o foco no seu crescimento.

Deixe de lado o crescimento dos outros.

Pare de tentar corrigir os outros.

Coloque o foco no seu próprio crescimento.

Se imagine construindo uma escada. Mantenha o foco no degrau, e logo terá avançado bastante na escada toda.

O trabalho todo que temos que fazer, é interno.

Muita gente acha que o trabalho todo é no relacionamento com outras pessoas. É claro que isso é importante, mas temos que trabalhar o que há para ser trabalhado dentro de nós.

Trabalhe o seu modo de pensar, trabalhe sua atitude, seus hábitos e comportamentos.

Pense positivamente. Olhe o lado bom da vida, se concentre naquilo que lhe dá prazer e contentamento. Aprecie cada momento.

Não saia rapidamente julgando os outros.

Trabalhe bem a questão da culpa. Não se culpe e não culpe os outros.

Se concentre em si próprio.

Quando olhamos para os outros bem sucedidos e vem a inveja.

Quando olhamos para os que fracassam e vem logo o julgamento.

Quando olhamos para os nossos fracassos e saímos culpando os outros.

É sinal claro de que não estamos focados no nosso próprio crescimento.

Não adianta olhar para o crescimento da árvore do vizinho com esse modo de pensar, se a nossa árvore não é regada, não é adubada e não é podada com carinho.

Faça uma lista daquilo que quer ver melhorado em si mesmo, e comece já.

Comece pelas coisas mais simples e tenha em conta que é uma jornada para a vida toda.

Alguns avanços impulsionam outras iniciativas.

Alguns defeitos que havíamos corrigido, acabam voltando e para isso há que se ter uma vigilância para não recairmos nos mesmos defeitos.

E na maioria das coisas, um avanço te anima para seguir melhorando.

As coisas mais simples te animam para as coisas mais complicadas.

Beco