faça certo da primeira vez Posts

Faça as coisas bem feitas.

Ao arrumar a cama, faça bem feito.

Só de olhar para a colcha bem esticada já é uma satisfação.

Isso vale para tudo, desde estacionar o carro, cortar um papel, embalar qualquer coisa.

O trabalho para fazer bem feito ou mal feito é praticamente o mesmo. Já o resultado e o efeito são bem diferentes.

Para quem faz, a satisfação de ver um trabalho bem feito. Faça, olhe, reconheça e admire.

Para quem vai receber o serviço, a satisfação de ver um trabalho bem feito, com capricho nos detalhes é algo admirável.

Eu presto muita atenção nos prestadores de serviço, e quando é o caso, elogio. As caixas dos supermercados são exemplos de quase todos os dias. Algumas desempenham o trabalho com alegria, descontração e empenho, cumprimentando, fazendo algum comentário bem humorado e educado, bem como ajudando a embalar as compras e agradecendo.

Outras ao contrário, te tratam com descaso, sequer esboçam um sorriso e largam os produtos todos na esteira, deixando o trabalho de embalar todo para o cliente.

Fazer certo e bem feito, é uma questão de mentalidade, um estado de espírito, e isso impacta a si próprio, seu bem estar e sua felicidade.

Reflita sobre como seria a sua vida, o seu dia-a-dia se tudo que você tem que fazer, já o fizesse bem feito.

Exercite fazer certo e bem feito e veja o resultado para você para os outros e para o seu bem estar.

Os resultados animadores vão te estimular a adotar a mesma atitude em todas as coisas.

Uma questão importante para examinar, é o trabalho que dá para consertar e refazer as coisas mal feitas.

Vejo o primeiro caso que comentei, do estacionamento.

Especialmente quando vamos estacionar o carro ao longo do meio fio (parallel parking). Podemos relaxar nas manobras, não esterçando bem o volante, não avançando até o ponto correto e não prestando bem atenção nas distâncias.

O resultado final se dá com muito mais trabalho e um número maior de manobras. Por outro lado, se examinarmos bem as distâncias, indo até o limite para então fazer as idas e vindas, acabamos mais rapidamente a tarefa, com menos esforço e menos manobras.

Isso se aplica em quase tudo.

É uma peça que medimos descuidadamente, cortamos e que acaba não se encaixando.

É a lista do supermercado que fazemos descuidadamente e concluímos ao chegar em casa que faltou um item importante para prepara o jantar.

No trabalho então, é um caminhão de coisas – exercite.

Beco