escolha bem Posts

A escolha clara

Podemos ficar confusos sobre a melhor escolha. Quando ponderamos com serenidade, um pouco descontaminados da forte emoção do momento, podemos enxergar melhor as nossas escolhas.

Escolher com clareza é colocar as coisas nas devidas proporções. Sem descuidar de si mesmo, das prioridades permanentes da vida, a saúde, a família, as amizades, a segurança financeira e pessoal.

Você escolhe

Escolhemos todos os dias como vamos nos colocar diante da vida, como vamos enfrentar as dificuldades ou saborear os momentos gloriosos.

Podemos estragar o dia praguejando e procrastinando, ou podemos fazer desse dia um dia muito especial, descobrindo a solução para alguns problemas, conversando calorosamente com os amigos, festejando e agradecendo pelas coisas boas que nos acontecem.

Você pode se esconder na sombra dos acontecimentos ruins, ou pode escolher caminhar para a luz, desfrutar do calor.

Escolha bem

Esteja muito consciente das escolhas que faz na sua vida. Desligue o piloto automático e evite que te comandem como num controle remoto.

Escolha bem por onde quer trilhar, e torne a sua vida mais produtiva e prazerosa.

Uma vida trilhada por caminhos tortuosos pode te levar a destinos indesejados.

Não se deixe iludir por atalhos incertos. Perigos inesperados e terrenos pantanosos podem complicar o seu trajeto.

Esteja sempre ciente da sua capacidade e tenha expectativas realistas.

A escolha é sua.

A escolha é sua, por mais complicada que seja a situação. Podemos exercitar a nossa discricionariedade, ou livre arbítrio cotidianamente. Escolher alimentar a raiva, ser generoso, ajudar, e mesmo que ninguém nos empurre ou estimule para tal decisão, exercitamos a escolha todo momento.

O que explica algumas pessoas se sentirem felizes e satisfeitas nas mesmas circunstâncias em que outras se sentem depauperadas, miseráveis?

A nossa vida é em grande monta, determinada pelo que se passa dentro de cada um, ao invés das circunstâncias que envolvem os eventos da vida.

E por incrível que pareça, às vezes escolhemos o pior para nós mesmos. Muitas vezes é a autoestima baixa. Uma tendência a autopunição.