dificuldades Posts

Hoje não tenho problemas.

Aprendi a não encontrar problemas onde não existem.

E hoje, dou graças por não ter problemas e poder viver o dia serenamente, fazendo as coisas que gosto.

Não dispenso os problemas, pois sei que fazem parte do meu caminho do crescimento e da aprendizagem, mas hoje vou me desligar deles temporariamente e fazer de conta que eles não existem.

O que vier, enfrentarei com serenidade.

Aprendi que de nada adianta exasperar, pois os problemas fazem parte da nossa vida, e vamos resolvê-los, um de cada vez.

Tenho que buscar a serenidade necessária para enxergar as soluções, alternativas e escolhas adequadas.

No meio do furacão, muitas vezes, ficamos confusos, ansiosos e não raro desesperados.

Vá com calma, e tenha noção do que é prioritário. Nem tudo precisa ser resolvido agora, hoje.

Não tente escapar.

Os problemas são tantos que temos por vezes a tentação de escapar a eles, utilizando recursos tóxicos, que podem nos aprisionar em hábitos nocivos à saúde e aos relacionamentos.

A melhor coisa, quando temos problemas, é enfrentar de frente, de cabeça erguida.

Às vezes nos refugiamos no trabalho e prejudicamos o relacionamento familiar. Há casos de refúgio na bebida, companhias negativas e comportamentos recrimináveis. Temos que usar toda a nossa força de vontade para evitar, resistir e mesmo combater coisas desse tipo no nosso meio.

A avalanche de problemas.

Por vocês nos sentimos em vias de ser soterrado por uma avalanche de problemas.

Sei que parece uma onda que de repente se avoluma além da minha compreensão, e sinto que vai me soterrar em um segundo, mas quero me salvar, quero sobreviver.

De outras vezes que me senti assim, aprendi que grande parte daquilo que penso existir, está apenas na minha imaginação, e o excesso de preocupação e o estresse faz com que a vista fique realmente perturbada.

O que mais preciso nesta hora é de serenidade.

Construindo paredes em volta de si.

Podemos facilmente estar construindo paredes em volta de si. O isolamento é uma das piores coisas especialmente quando temos problemas ou estamos vivendo uma crise.

É uma bola de neve destrutiva, em que nos sentimos diminuídos, culpados, rejeitados, e com isso nos isolamos das outras pessoas.

Precisamos aceitar os problemas, as vulnerabilidades, levantar a cabeça e procurar ajuda.

Em casos extremos, uma ajuda profissional é importante.

O ombro dos amigos é sensacional e funciona bem nessas horas.

Confie.

Confie que tudo vai melhorar. A confiança é um sentimento ou percepção vinculada a múltiplos eventos sociais, emocionais, e tantos outros completamente objetivos.

Mas o resultado da confiança é sempre fascinante – uma sensação de tranquilidade, satisfação e um certo relaxamento.

Podemos confiar que alguém vai nos pagar a dívida. Ele conseguiu se empregar e posso concluir isso objetivamente.

Tenho confiança na minha parceira, pois historicamente ela tem demonstrado que é o que devo sentir por ela.

Obstáculos na subida e na descida.

A jornada da vida é longa, graças a Deus.

Mas não é uma maratona longa e entediante. É uma corrida longa com barreiras de toda sorte.

Quando o caminho é íngreme, parece que os obstáculos crescem na nossa frente.

Mas há muitos obstáculos na descida também.