Deus Posts

As vidas que tocamos

As vidas que tocamos

As vidas que tocamos no nosso trajeto são mais importantes que os objetivos alcançados ou o sonho realizado. No sábado passado estava assistindo um video de Neale Donald Walsh que trouxe essa reflexão.

Disse ele que estava com cinquenta anos e refletindo sobre a sua vida e tudo que havia realizado, fez a seguinte pergunta a Deus:

A ajuda que vem lá de cima

A ajuda que vem lá de cima

Temos que acreditar na ajuda que acreditar na ajuda que vem lá de cima.

É como subir numa corda do resgate quando estamos no fundo do poço. Precisamos acreditar que a outra ponta da corda está firmemente suportada lá em cima. Do contrário, não teríamos coragem de seguir tentando, continuar subindo.

Não quero ter tanto medo

Não quero ter tanto medo

Penso às vezes que não quero ter tanto medo

Medo pelo que não vai acontecer.

Medo pelo improvável.

Vivemos com medo de tanta coisa que não vai acontecer.

Aprendi que coragem não é ausência de medo, e sim a capacidade de agir, apesar do medo.

Deus pode quando você não pode: olhe sempre para cima

Deus pode quando você não pode: olhe sempre para cima

A vida pode nos colocar de joelhos, problemas infindáveis, dificuldades inesperadas e a energia que parece que vai embora. Quando a coisa ficar pesada e você se sentir muito confuso, quase desesperado, não olhe só para os lados, olhe para cima. Se acostume a ver que você não está sozinho.

Olhar para cima para quê?

Olhar para cima para quem?

Deus olha por você quando ninguém mais olha

Deus olha por você quando ninguém mais olha

Não raro nos sentimos abandonados em desespero como se tudo que pudesse acontecer de errado viesse a acontecer exatamente com a gente naquele exato momento.

A vida é realmente uma luta sem fim, luta dura, na qual um descanso tem que ser seguido por outro período de determinação, resiliência e dedicação.

Não estamos sós, e especialmente quando nos encontramos em amargura, temos que acreditar, ter fé que vamos encontrar ajuda vinda lá de cima.

Uma queda de braço com Deus – adivinhe quem vai perder?

Uma queda de braço com Deus – adivinhe quem vai perder?

Por vezes nos revoltamos contra tudo e contra todos. Nos sentimos muito por baixo, abandonados e inquirimos até o Deus da nossa crença – porque tanto sofrimento?

Brigamos com Deus, desafiamos e até nos metemos a uma queda de braço com Ele – adivinhe quem vai perder?

Essa luta não é contra a sabedoria, o poder onipotente, mas contra o amor incondicional e a misericórdia.

Um enorme coração

Um enorme coração

IMG_0572No recente trabalho que fiz com o SESI na Paraíba, tive a sorte de conhecer Corrinha que trabalha no município de Queimadas no interior da Paraíba. Os trabalhos com a saúde e a educação sempre me emocionaram, tal é a entrega que tais profissionais revelam nas suas ações. Nos poucos minutos de uma breve caminhada, ouvi o relato do que é o trabalho dentro do Programa Saúde em Casa, um programa do governo, liderado pelo prefeito Jacó e coordenado por Rayssa,